CARNAVAL 2024

Zé Ronaldo vira réu em ação que apura desvio na saúde

Justiça acolheu pedido de Ministério Público Federal (MPF), através da operação operação “Pityocampa”

De acordo com informações publicadas pelo jornal A Tarde, a denúncia é um desdobramento da operação Pityocampa

O ex-prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (União Brasil) se tornou réu em uma ação que apura o desvio de milhões na saúde do município. A decisão foi expedida pela 2ª Vara Federal Criminal, assinada pelo juiz Fábio Moreira Ramiro, que acatou uma denúncia do Ministério Público Federal (MPF).

A denúncia faz parte da operação “Pityocampa” que apura um esquema fraudulento de licitações e superfaturamento de contratos celebrados pela Coofsaúde (Cooperativa de Trabalho) com a Prefeitura do município.

De acordo com a denúncia do MPF, a Coofsaúde recebeu cerca de R$ 285,6 milhões do Fundo Municipal de Saúde e da Fundação Hospitalar de Feira de Santana, entre os anos de 2009 e 2018, e R$ 71,6 milhões deste montante teria sido superfaturado.

CARNAVAL 2024

Veja também

NOVA BAHIA