Vendas para o Natal este ano serão melhores segundo 69,6% dos comerciantes

Pesquisa da Serasa Experian focou micro, pequenas e médias empresas; entre as regiões, Nordeste lidera o otimismo (72,3%)

Em Gandu, baixo sul da Bahia, os comerciantes estão otimistas para as vendas de Natal (Foto: Reprodução)

Pesquisa realizada pela Serasa Experian junto às micro, pequenas e médias empresas constatou que 69,6% dos empresários do comércio esperam um faturamento maior no Natal deste ano em comparação com o ano passado. Regionalmente, o Nordeste lidera o índice de otimismo (72,3%), sendo seguido por Sudeste (62,6%), Norte e  Centro-Oeste (62,5%) e Sul (60,7%).

O levantamento mostrou que  as empresas de pequeno porte são as que mais estão com boas expectativas de faturamento durante o período do Natal (68,6%), seguidas pelas microempresas (63,5%) e as de médio porte (62,4%). Considerando os três segmentos, 52,8% das empresas pretendem manter os preços  praticados.

Para o  vice-presidente de Pequenas e Médias Empresas e Identidade Digital da Serasa Experian, Cleber Genero, mesmo com o período difícil enfrentado na pandemia, muitas empresas souberam se reinventar. “Os empresários estão resgatando certa confiança e, de fato, precisam apostar no aumento das vendas, especialmente no Natal”, distacou o executivo, para quem os próximos meses serão um termômetro importante para monitorar o nível de retomada das MPME.

Realizada em setembro, a pesquisa entrevistou 551 executivos de micro, pequenas e médias empresas em todo o país, que atendem consumidores, empresas ou os dois públicos. Participaram representantes dos segmentos de serviços, comércio varejista, comércio atacadista e indústria.

Ainda de acordo com o levantamento, 61% dos empreendedores de todos os portes estão confiantes que após o Natal as vendas seguirão em alta. Com esta expectativa de melhora, 82,3% das MPMEs pretendem ou já contrataram novos funcionários.

Gráfco Serasa Comércio