Venda de veículos se recupera em maio, mas não reverte perdas do ano

Setor cresceu 25% frente ao mês anterior mas acumulado do ano continua abaixo do movimento de 2021

Foto: reprodução site Fenabrave

O comércio de veículos usados apresentou sinais de evolução em maio, ao registrar vendas  25% superiores a abril (1.174.499 x 940.262 unidades). Porém, no acumulado do ano, o desempenho permanece inferior ao de 2021. Entre janeiro e maio últimos, a atividade comercializou 4.882.422 veículos, pouco mais de um milhão a menos do que os 6.032.058 do mesmo período de 2021. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

“O aumento percentual das transações de veículos usados, em maio, ficou próximo da alta na venda de novos (+25%), o que é natural, já que muitos usados são ofertados como entrada na compra de um zero km”, avalia o presidente da entidade, José Maurício Andreta Jr.. “Mas, já há sinais de que, aos poucos, o mercado possa se estabilizar”.

No mês passado, as transações de automóveis e comerciais leves cresceram 25,8%, totalizando quase 850 mil unidades transacionadas. No ano, a queda é de 20,86%. A comercialização de caminhões usados teve, em maio, o segundo maior crescimento de todo o Setor, totalizando 29.960 veículos (+30,53%).

O segmento de implementos rodoviários registrou a maior alta percentual do mês, entre todos os segmentos, com aumento de quase 31%. Ambos os segmentos, no entanto, continuam apresentando queda no acumulado dos cinco primeiros meses do ano, na comparação com o mesmo período de 2021 – 24,29%, para caminhões, e de 23,74% para implementos rodoviários usados.