UFC 275: Prochazka surpreende, finaliza Glover no fim e é o novo campeão

Brasileiro resiste às bombas do desafiante, cresce na reta final, mas acaba pego num mata-leão com menos de 30 segundos restando na luta

J. Prochazka é o novo campeão dos meio-pesados. Foto: Reprodução/Facebook

Foi uma guerra, na qual Glover Teixeira mostrou de novo todo seu coração e resiliência. O brasileiro aguentou tudo que o desafiante tcheco Jiri Prochazka jogou em sua direção e parecia estar a segundos de confirmar a sua primeira defesa do cinturão dos pesos-meio-pesados. Porém, o tcheco tinha uma surpresa guardada na manga. Após sair de baixo com a última energia que tinha, surpreendeu e fechou um mata-leão nos segundos finais para se sagrar o novo campeão dos pesos-meio-pesados, vencedor por finalização aos 4min32s do quinto e último round da luta principal do UFC 275, na manhã de domingo (noite de sábado) em Singapura.

Jiri Prochazka fecha o mata-leão que forçou Glover Teixeira a bater, na luta principal do UFC 275, em Singapura — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Glover acertou o primeiro golpe, um chutaço na linha de cintura. Prochazka absorveu bem e respondeu com um chute baixo. O brasileiro passou com perigo com um cruzado de esquerda. O tcheco decidiu ir para cima e pressionar Glover no perímetro. Grave erro: o mineiro agarrou a perna esquerda, varreu a perna direita e derrubou o desafiante. O campeão golpeou sua cabeça com golpes curtos e, quando ele tentou levantar, travou sua cabeça para colocá-lo de volta com as costas no chão.

Jiri, todavia, girou bem no chão e se levantou. Glover voltou a catar a perna, derrubou e chegou na montada com pouco mais de um minuto restando. O campeão o castigou com golpes na cabeça e, quando Prochazka girou e tentou se levantar, Glover passou para as costas. Mas Prochazka o fez capotar e terminou o round por cima, acertando duros cruzados na cabeça.

Glover Teixeira (esq.) cata a perna de Jiri Prochazka (dir.): brasileiro esteve melhor na luta agarrada por quase todo o combate — Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

Jiri cresceu no segundo assalto. Ele pendulou bem para esquivar dos golpes mais perigosos do brasileiro e levou muito perigo com um chute alto. Um direto de direita machucou Glover, e em seguida veio um cruzado e uma joelhada voadora. O brasileiro foi para o chão e fez guarda, mas o tcheco, inteligente, o deixou levantar. Em pé, desferiu mais um uppercut e uma joelhada alta.

Porém, Prochazka se empolgou numa sequência positiva e jogou uma joelhada voadora ruim, tomou um contragolpe e caiu. Teixeira foi para cima, acertou golpes na cabeça e tratou de controlar o adversário no chão. Ele passou à montada e desferiu duras cotoveladas que abriram um corte enorme no supercílio esquerdo do desafiante.

Prochazka defendeu a primeira entrada de queda de Glover no terceiro assalto. O tcheco acertou bons diretos e chutes baixos. Sem sucesso nas entradas de queda, Glover tentava atarir o adversário para o chão na guarda. Ele precisou engolir uma dura joelhada de encontro, que abriu um corte grande no supercílio direito, para derrubar Prochazka. Mas o desafiante não ficou no chão muito tempo. De volta em pé, ele conectou mais alguns bons golpes na cabeça e corpo. Teixeira tentou outra entrada nas pernas e enfim Prochazka aceitou lutar no chão, com o campeão pressionado contra a grade. Grande erro: Glover raspou e passou a castigá-lo com cotoveladas.

Jiri Prochazka joga um chute frontal perigoso contra Glover Teixeira no UFC 275 — Foto: Yong Teck Lim/Getty Images

O campeão abriu o quarto assalto com bons diretos na cabeça e no corpo, mais um chute alto que por pouco não pegou em cheio. Mas Prochazka respondeu com bons diretos. O brasileiro machucou o tcheco com um cruzado de esquerda, foi nas pernas e derrubou. Glover passou rapidamente à posição de 100kg e montou com quase três minutos restando. A partir daí, passou a trabalhar pelo kata-gatame, sua posição favorita. Com 1min30s restando, contudo, Prochazka explodiu, escapou e ficou por cima, batendo no brasileiro com perigo. Glover raspou de novo, foi para as costas. Ele tentou um “crossface”, mas Prochazka escapou, devolveu a raspagem e terminou o assalto por cima.

Glover abriu o último round com um chute frontal no corpo. Prochazka parecia cansado e lento. O brasileiro acertou uma bomba de direita que o tcheco sentiu. Contudo, tentou agarrar uma guilhotina e o desafiante, bastante suado, escorregou para escapar e ficou por cima. Prochazka levantou e voltou para a trocação. Ele levava perigo com uppercuts e cruzados, mas era Glover quem conectava com contundência. O brasileiro tentou uma entrada de queda sem sucesso. Mas não fez mal: acertou mais dois bons diretos, foi nas pernas e derrubou de novo. Rapidamente, montou sobre o desafiante. Contudo, Prochazka usou a grade para capotar e sair por cima com mais de um minuto restando. Nos segundos finais, surpreendeu ao fechar o mata-leão e causar a batida em desistência.

Confira os resultados completos:

UFC 275
11 de junho de 2022, em Singapura

CARD PRINCIPAL
Jiri Prochazka venceu Glover Teixeira por finalização aos 4min32s do R5
Valentina Shevchenko venceu Taila Santos por decisão dividida (48-47, 47-48, 49-46)
Weili Zhang venceu Joanna Jedrzejczyk por nocaute aos 2min28s do R2
Jake Matthews venceu André Fialho por nocaute aos 2min24s do R2
Jack della Maddalena venceu Ramazan Emeev por nocaute técnico aos 2min32s do R1

CARD PRELIMINAR
Joshua Culibao venceu Seung Woo Choi por decisão dividida (29-28, 28-29, 29-28)
Hayisaer Maheshate venceu Steve Garcia Jr. por nocaute a 1min14s do R1
Brendan Allen venceu Jacob Malkoun por decisão unânime (triplo 29-28)
Kyung Ho Kang venceu Danaa Batgerel por decisão unânime (triplo 29-28)
Silvana Juarez venceu Na Liang por nocaute a 1min22s do R1
Joselyne Edwards venceu Ramona Pascual por decisão unânime (30-27, 29-28, 29-28)

Fonte: Combate