Tito Ortiz vinga derrotas e vence Chuck Liddell por nocaute

Na superluta de lendas do UFC, ‘Bad Boy de Huntington Beach’ conseguiu devolver uma derrota a Liddell ainda no primeiro round.

Ortiz vence Liddell. Foto: Reprodução / Golden Boy MMA

Tito Ortiz esperou quase 12 anos desde o último encontro, mas, enfim, ele conseguiu derrotar Chuck Liddell. Após perder duas vezes para o ‘Iceman’, – no UFC 47, em 2003, no UFC 66, em 2006 –  o ‘Bad Boy de Huntington Beach’ deu o troco e nocauteou o rival no primeiro round. O combate entre as lendas ex-UFC aconteceu no Golden Boy MMA, evento produzido pelo ex-pugilista Oscar De La Roya, na madrugada deste domingo (25), em Inglewood (EUA).

“Eu gostaria de agradecer a ele, Liddell, você me fez muito bem, me fez treinar como nunca, estou numa forma física excelente.No final do dia, eu te respeito muito e te reconheço como um grande campeão”, afirmou Ortiz ainda no cage.

Com o triunfo, Ortiz, de 43 anos, comprova a boa fase de sua carreira. Nas últimas cinco lutas, o norte-americano de ascendência mexicana venceu quatro. Por sua vez, Liddell, que não lutava desde 2010, volta a ser derrotado. O Membro do ‘Hall da Fama’ do UFC vem agora de quatro perdas em série.

A luta

O combate começou com Ortiz tendo a iniciativa do duelo. Com ritmo de luta, ele conectava bons socos, enquanto Liddell não tinha a distância para encaixar seu conhecido contragolpe fatal. Tito caminhava pra frente e quando ‘Iceman’ disparou o temido swing de direita, o ataque passou no vazio. O ‘Bad Boy’ aproveitou a chance e encaixou um pelo golpe de encontro. Liddell foi ao chão e com mais alguns socos por cima, o árbitro Herb Dean encerrou a disputa e decretou o nocaute técnico.

Tibau vence Escudero e volta a ter o braço erguido no MMA

Único brasileiro no programa de lutas do ‘Golden Boy MMA’, o potiguar Gleison TIbau fez as pazes com vitória. Sem vencer desde 2015 e vindo de quatro derrotas em série, o ex-UFC derrotou Efrain Escudero na decisão unânime dos juízes.

“Ele foi muito duro, ele defendeu muito bem minhas quedas. Foi uma luta muito próxima, mas na última luta o meu técnico, o Parrumpinha, disse: vai lá, consegue a queda e ganha essa luta. E foi isso que eu fiz”, disse Tibau após a vitória.

Conhecido por sua força física e pela facilidade em derrubar adversários, Tibau não perdeu tempo e levou Escudero para as grades. O brasileiro rapidamente derrubou o norte-americano. Efrain ainda tentou surpreender com uma guilhotina, mas sem sucesso. Por cima, Tibau chegou a montada e dominou a parcial. Ele ainda tentou um triângulo nos segundos finais, mas sem sucesso.

Escudero abriu o jogo e ‘chamou’ Tibau para a luta franca no segundo round. O norte-americano levou vantagem e ainda conseguiu surpreender o brasileiro com uma queda. Por cima, ele somou pontos e desgastou o lutador potiguar.

O terceiro assalto começou com os atletas bastante desgastados. Com golpes lentos e sem contundência, a luta ficou morna e Escudero levava uma pequena vantagem. Mas, faltando pouco mais de um minuto para o fim, Tibau conseguiu uma queda. O brasileiro avançou nas posições no solo, acertou alguns golpes e terminou o combate na posição de vantagem. Ao final, os três juízes marcaram 29-28 para o brasileiro.

Resultados do Golden Boy MMA

CARD PRINCIPAL

Tito Ortiz derrotou Chuck Liddell por nocaute técnico a 4m24s do R1;

Deron Winn derrotou Tom Lawlor na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Gleison Tibau derrotou Efrain Escudero na decisão unânime dos juízes (29-28, 29-28, 29-28)

Ricardo Palacios derrotou Walel Watson por nocaute no R1

James Barnes derrotou Albert Morales por finalização a 4m9s do R3

Jay Silva derrotou Oscar Cota por finalização a 2m13s do R3

CARD PRELIMINAR

Fernie Garcia derrotou Joe Roye por finalização aos 2m48s do R1

Francisco Estrada derrotou Jose Huerta por finalização aos 2m47s do R2

Johny Cisneros derrotou Dave Terrel na decisão unânime dos juízes

 

Fonte: Super Lutas
JIU JITSU FERNANDO MEIRA