Temer reafirma que poderá ser candidato à Presidência da República

O presidente comentou ainda que está conversando com o PSDB para uma possível aliança para as eleições em outubro.

O presidente Michel Temer (MDB) voltou a afirmar que pode ser candidato à Presidência da República nas Eleições 2018, mas também admitiu que poderia apoiar outro candidato.

Em entrevista à rádio CBN nesta segunda-feira (7), ele revelou que está conversando com lideranças do PSDB para uma possível aliança. Contudo, o apoio do MDB à candidatura do ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), estaria condicionada a uma “defesa das realizações” de sua gestão.

De acordo com o Estadão, o emedebista afirmou que foi procurado por tucanos e conversou com o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para a formação de uma frente única de centro no pleito eleitoral.

“Tivemos uma longa conversa a respeito de uma candidatura única das forças governistas”, disse Temer, sobre a conversa com FHC em São Paulo na semana passada.

Ao comentar sobre a possibilidade de o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa, filiado ao PSB, entrar na corrida presidente, o emedebista disse ter dúvidas se o jurista pode ser apontado como um “outsider”.

Temer ainda criticou a ideia de uma candidatura que seja “antipolítica” porque a administração pública está, segundo ele, enraizada no conceito de política.

JIU JITSU FERNANDO MEIRA