PIRAÍ DO NORTE

Sergio Moro pede demissão: “meu compromisso era o combate à corrupção”

Sergio Moro pede demissão: “meu compromisso era o combate à corrupção”

Sergio Moro anunciou, em pronunciamento à imprensa, que apresentará sua carta de demissão ao presidente Jair Bolsonaro, após a exoneração do diretor geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, publicada nesta madrugada pelo Diário Oficial da União.

Moro deixa o governo om fortes críticas à postura de Bolsonaro em relação à PF. O ex-juiz da Lava Jato afirmou, categoricamente, que não assinou a demissão de Valeixo, como consta no texto publicado no DOU. “Não assinei essa exoneração. Em nenhum momento, isso me foi trazido”.

Moro interpreta o caso como um sinal claro de Bolsonaro de que seu tempo na Esplanada dos Ministérios chegou ao fim. “Para mim, essa é uma sinalização de que o presidente me quer mesmo fora do cargo”, disse.

Interferência política

Moro também criticou o desejo de Bolsonaro de nomear um chefe para a PF ao qual tenha acesso direto. O ex-juiz relatou que o presidente manifestou, claramente, a intenção de poder ligar diretamente para o diretor geral, obter informações, documentos e outros dados sobre investigações em andamento.

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia