PSD pode fazer sete deputados federais, diz Otto Filho

Na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Otto Filho acredita que o PSD saia do pleito com um número entre 10 a 11 cadeiras.

De 48 deputados federais pelo PSD, seis são baianos. Nas eleições de outubro deste ano, o partido pretende manter as seis cadeiras e eleger mais um parlamentar, somando sete representantes do estado na Câmara dos Deputados pela sigla.

A avaliação é do deputado federal Otto Filho (PSD), em conversa com a imprensa na manhã desta terça-feira (12). Na pior das hipóteses, segundo o parlamentar, o partido perderia um nome, restando cinco deputados.

“Eu credito que a gente pode fazer em torno de seis, sete deputados federais. Hoje são seis, no mínimo a gente mantém esses seis. Na pior das hipóteses, talvez uns cinco, mas acho que uns seis ou sete a gente consegue.”, disse Otto Filho, que é candidato à reeleição pelo partido.

“Estou como candidato à reeleição a deputado federal pelo PSD. Para mim é uma grande honra, um grande orgulho que meu líder estadual, senador Otto Alencar, e meu líder nacional, Gilberto Kassab, possam estar me dando mais essa oportunidade.”, declarou.

Na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), Otto Filho acredita que o PSD saia do pleito com um número entre 10 a 11 cadeiras. O parlamentar salientou que o pré-candidato pelo PT ao governo do estado, Jerônimo Rodrigues, agrega à base, junto com seus cabos eleitorais, em uma chapa majoritária ‘forte’.

“Jerônimo tem, na minha opinião, quatro grandes cabos eleitorais: Lula, o governador Rui Costa, o senador Otto Alencar e o senador Jaques Wagner – que juntos com estão realmente fazendo uma campanha forte para que ele possa ser futuramente nosso Governador. Eu estou muito confiante, muito feliz”, destacou.