Primeira defensora pública indígena da Bahia toma posse esta semana

Aléssia Pamela Bertuleza Santos tem 29 anos e foi aprovada no VIII concurso para a carreira

Aléssia é graduada pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e professora de carreira jurídica – Foto: Arquivo Pessoal

Tomará posse nesta segunda-feira, 20, a primeira defensora pública estadual indígena, Aléssia Pamela Bertuleza Santos, de 29 anos. Aprovada no VIII concurso para a carreira, Aléssia é integrante da comunidade Tuxá, do município de Rodelas, no norte da Bahia.

Graduada pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS) e professora de carreira jurídica, Aléssia foi a sétima colocada no concurso e teve a segunda maior pontuação do exame de arguição oral do certame. Foram ofertadas dezoito vagas iniciais, com cadastro reserva.

Este foi o primeiro concurso da Defensoria Pública da Bahia com previsão de reserva de vagas para pessoas indígenas, o equivalente a 2%, conforme estabelecido pela Lei Complementar Estadual 46/2018.