Presidente do UFC anuncia que campeã perdeu cinturão após cancelar luta

Dana retira título de Nicco Montaño, que passou mal e não lutou no UFC 228

O cancelamento da luta entre Nicco Montaño, campeã peso mosca, e Valentina Shevchenko, a desafiante, no UFC 228, em Dallas, ainda rende nos bastidores do Ultimate Fighting Championship. O presidente da organização, Dana White, descartou remarcar o combate e disse que a norte-americana perderá o título por ter cancelado a participação no evento.
Dana White informou que o cinturão ficará vago por causa da desistência da campeã em enfrentar a quirguiz. O dirigente disse que o título será alvo de disputa ainda este ano. “O cinturão está vago, o título está vago. Obviamente, Shevchenko quer muito lutar pelo título. Então estamos no processo agora, tentando fazer outra luta”, declarou o mandatário em entrevista ao canal Fox Sports nos EUA.
Nicco Montaño passou mal antes da pesagem oficial, na véspera do evento, e precisou ser hospitalizada. A norte-americana, que conquistou o cinturão inaugural dos moscas ao conquistar o The Ultimate Fighter 26, superando na final a veterana Roxanne Modafferi, em dezembro do ano passado, sofreu com o corte de peso e acabou cancelando a participação na luta que seria a primeira defesa de título.
Valentina Shevchenko foi desafiante de Amanda Nunes, campeã peso galo, e perdeu em controversa decisão dividida no UFC 215, em setembro de 2017. A Bullet optou por descer de categoria para disputar o cinturão dos moscas (até 57kg) e seria a primeira desafiante de Nicco Montaño. A quirguiz, conforme anunciou Dana White, terá outra adversária a ser definida, para disputa do título vago da divisão.
JIU JITSU FERNANDO MEIRA