UFC

Polícia Civil encerra 2017 com investimento de R$ 4 milhões em equipamentos

O ano de 2018 vai começar reforçado para os servidores da Polícia Civil no combate ao crime. Dois mil coletes balísticos, 48 mil munições de diversos calibres, escudos à prova de balas, entre outros equipamentos, já estão à disposição dos servidores. A distribuição do material – que vai renovar as peças de proteção individual dos delegados, escrivães e investigadores – já teve início em Salvador e região metropolitana e chegará a todo o interior do estado.
“Para os municípios mais distantes, um calendário de entregas está em planejamento para que os servidores recebam de forma mais rápida, não sendo necessário o deslocamento até Salvador”, afirma o delegado-geral da Polícia Civil, Bernardino Brito Filho. As aquisições, segundo ele, fazem parte do projeto de modernização das estruturas da instituição.
Parte dos valores foi destinada à reposição das munições policiais. Neste quesito foram adquiridos calibres 556, 762, 12 .30, além de não letais. “O ideal seria que as polícias não necessitassem investir tanto em material bélico, mas, infelizmente, a criminalidade observada em todo Brasil nos obriga a estar prontos para o combate”, acrescenta Bernardino.
O investimento gira em torno de R$ 4 milhões e é proveniente do Fundo Especial de Aperfeiçoamento dos Serviços Policiais (Feaspol). Além dos materiais de proteção policial, foram adquiridos, de acordo com o delegado Gildécio José de Souza, diretor do Departamento de Planejamento, Administração e Finanças (Dpaf), 155 microcomputadores e outros equipamentos que oferecem mais conforto nas estruturas que abrigam os profissionais da Polícia Civil, entre eles condicionadores de ar.
Ainda segundo o diretor do Dpaf, estão em curso a licitação para a compra de softwares de informática, mobiliários, e de mais materiais de proteção policial. O valor estimado para este investimento é de mais de R$ 1,5 milhão. Há também, em caráter de análise, a compra de 100 pistolas Glock, 100 submetralhadoras .40, 329 novas viaturas, veículos administrativos e mais 235 microcomputadores.
Fonte: Ascom/SSP

Veja também