GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Participantes prejudicados no ENEM podem solicitar reaplicação da prova

Participantes do ENEM 2019 que tiveram dificuldades de logística durante a realização do exame podem relatar o ocorrido e solicitar a reaplicação do exame até o dia 18 de novembro, conforme divulgou o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), nesta segunda-feira (4). Embora não tenham sido registradas ocorrências significativas, o INEP constatou casos pontuais de problemas ocorridos durante a aplicação no primeiro dia do exame.

As provas da primeira etapa do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) de 2019 foram aplicadas no último domingo, 3 de novembro, em 10.133 locais do país. Conforme apuração do INEP, 3,9 milhões de inscritos participaram da primeira etapa da avaliação.

Para atender às reclamações, o INEP abrirá um canal, a partir da próxima segunda-feira (11), para que os participantes prejudicados por problemas logísticos, durante o exame, tenham direito à reaplicação. Contudo, nem toda reclamação garantirá a reaplicação da prova, pois as solicitações serão analisadas individualmente pela Comissão de Demandas do INEP.

“Problemas logísticos são casos excepcionais, como desastres naturais (que prejudiquem a aplicação do exame, devido ao comprometimento da infraestrutura do local); falta de energia elétrica (que comprometa a visibilidade da prova pela ausência de luz natural); estrutura imprópria do local de prova; ou erro de execução de procedimento de aplicação pelo aplicador que cause comprovado prejuízo ao participante”, esclarece o INEP.

Como solicitar reaplicação do ENEM?

A solicitação de reaplicação deverá ser feita diretamente na Página do Participante, após informação do CPF e da senha cadastrados. Os pedidos poderão ser registrados entre os dias 11 e 18 de novembro. Os resultados das solicitações também serão publicados na Página do Participante. A reaplicação ocorrerá nos dias 10 e 11 de dezembro.

*Com informações do INEP

Fonte: Brenda Chérolet – Agência Educa Mais Brasil

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia