Paraná Pesquisas: Lula tem 40% das intenções de voto; Bolsonaro, 35,2%

A diferença entre os candidatos à Presidência do país na pesquisa estimulada caiu para 4,8 pontos percentuais, diz o instituto

Levantamento do instituto Paraná Pesquisas, publicado nesta quarta-feira (4/5), aponta que a diferença nas intenções de voto entre Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e Jair Bolsonaro (PL) caiu para apenas 4,8 pontos percentuais na pesquisa estimulada. O petista tem 40% das intenções de voto; Bolsonaro, 35,2%.

Os números compreendem cenário com os seguintes candidatos: Lula (40%); Bolsonaro (35,2%); Ciro Gomes, do PDT, (7,4%); João Doria, do PSDB, (3,2%); André Janones, do Avante, (2,4%); Simone Teber, do MDB (0,7%); Luciano Bivar, do União Brasil (0,2%); e Luiz Felipe d’Avila, do Novo (0,1%).

Entre os respondentes, 7,2% disseram que votariam branco, nulo ou em nenhum dos candidatos apresentados. Outros 3,5% disseram não saber em quem votariam.

O estudo foi realizado em todas as unidades federativas, entre os dias 28 de abril e 3 de maio, com 2.020 pessoas. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-09280/2022. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, com grau de confiança de 95%.

A diferença entre os dois líderes das pesquisas era de 7,3 pontos percentuais no levantamento anterior, publicado em abril. Na época, Lula registrou os mesmo 40% do levantamento de agora, e Bolsonaro tinha 32,7%. O presidente, pré-candidato à reeleição, 2,5 pontos percentuais e estreitou a distância para Lula.

Quem também cresceu foi Ciro Gomes, que avançou dois pontos percentuais, de 5,4% para 7,4%; João Doria, que passou de 2,3% para 3,2%; e André Janones, de 1,1% para 2,4%. Simone Tebet tinha 0,6% em abril, e registrou o,7% em maio. Luiz Felipe D’Avila manteve 0,1%.