CARNAVAL 2024

Os 15 melhores bancos do Brasil em 2022: Nubank lidera pela quarta vez

Ranking da Forbes avalia quesitos como satisfação dos clientes, confiabilidade, digitalização, atendimento e assessoria financeira

Ranking da Forbes elege os melhores bancos do Brasil em 2022

O Nubank lidera, pelo 4º ano consecutivo, a lista da Forbes de melhores bancos do Brasil. O ranking, elaborado pela Forbes USA, avalia quesitos como satisfação dos clientes, confiabilidade, digitalização, atendimento e assessoria financeira.

Desde a última edição da lista, divulgada em abril de 2021, o cenário econômico do país mudou drasticamente. A inflação estava em 6,76%, enquanto hoje ultrapassa 11% no acumulado de 12 meses. A Selic, a taxa básica de juros, que chegou a 2,75% naquele mês, hoje atinge 11,25%.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

O aumento dos juros costuma ser positivo para os bancos, já que ele permite que instituições financeiras pratiquem maiores spreads – como é chamada a diferença entre a taxa que o banco paga para pegar dinheiro emprestado e a taxa que ele cobra para emprestar esse dinheiro.

Nesse cenário, os quatro maiores bancos brasileiros (Banco do Brasil, Bradesco, Itaú Unibanco e Santander) registraram, juntos, o maior lucro anual desde 2019: R$ 81,6 bilhões. Nenhum deles, no entanto, aparece nas primeiras posições da lista. O melhor colocado é o Itaú Unibanco, no 7º lugar; o Banco do Brasil não se classificou para o ranking.

O segundo lugar do ranking também é de um banco digital: o Inter. A instituição financeira manteve a mesma posição do último ranking, assim como o C6, que aparece em terceiro lugar.

O Sicredi, na 4ª colocação, foi a instituição financeira que mais subiu de posições neste ano; em 2021, o banco ocupou o 7º lugar na lista do ano anterior.

O Digio é o único novato da lista. Ele desbancou o Banrisul e conquistou a 15ª posição.

Confira o ranking completo:

  1. Nubank
Brendan McDermid/Reuters


IPO do Nubank em Wall Street, em dezembro do ano passado, fez da fintech o banco com o maior valor de mercado da América Latina à época

Ano de fundação: 2013
CEO: David Vélez (global) e Cristina Junqueira (Brasil)
Sede: São Paulo (SP)
Posição no ranking em 2021: 1ª

Leia mais: Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank, perde status de bilionária

  1. Banco Inter
DIvulgação


Banco mineiro se manteve no segundo lugar do ranking da Forbes

Ano de fundação: 1994
CEO: João Vitor Menin
Sede: Belo Horizonte (MG)
Posição no ranking em 2021: 2ª

  1. C6 Bank
SOPA Images/Colaborador/Getty Images


C6 também se manteve na mesma colocação do ano passado

Ano de fundação: 2018
CEO: Marcelo Kalim
Sede: São Paulo (SP)
Posição no ranking em 2021: 3ª

  1. Sicredi
Getty Images/SOPA Images


Banco gaúcho subiu três posições no ranking

Ano de fundação: 1902
CEO: João Tavares
Sede: Porto Alegre (RS)
Posição no ranking em 2021: 7ª (subiu três posições)

  1. PagBank
Divulgação PagBank


PagBank garantiu lugar no top 5 dos melhores bancos

Ano de fundação: 2006
CEO: Ricardo Dutra
Sede: São Paulo (SP)
Posição no ranking em 2021: 4ª (caiu uma posição)

  1. Neon
Divulgação Neon


Fintech tem pessoas físicas como público alvo

Ano de fundação: 2016
CEO: Pedro Conrade
Sede: São Paulo (SP)
Posição no ranking em 2021: 5ª (caiu uma posição)

  1. Next
Divulgação Next


Banco digital faz parte do grupo Bradesco

Ano de fundação: 2017
CEO: Renato Ejnisman
Sede: São Paulo (SP)
Posição no ranking em 2021: 6ª (caiu uma posição)

  1. Itaú
Sergio Moraes/Reuters


Um dos bancos mais tradicionais do Brasil, o Itaú se manteve na 8ª posição

Ano de fundação: 1924
CEO: Milton Maluhy Filho
Sede: São Paulo (SP)
Posição no ranking em 2021: 8ª

  1. Banco BMG
Getty Images/SOPA Images


BMG se manteve na 9ª posição

Ano de fundação: 1930
CEO: Ana Karina Bortoni Dias
Sede: São Paulo (SP)
Posição no ranking em 2021: 9ª

  1. Santander
Getty Images/SOPA Images


Santander subiu uma posição em 2022

Ano de fundação: 1857
CEO: José Antonio Álvarez Álvarez (mundial) e Mario Opice Leão (Brasil)
Sede: Santander (Espanha)
Posição no ranking em 2021: 11ª (subiu uma posição)

  1. Sicoob
Getty Images/SOPA Images


Banco é conhecido por sua ampla presença no interior no país

Ano de fundação: 1997
CEO: Marco Aurélio Almada
Sede: Brasília (DF)
Posição no ranking em 2021: 14ª (subiu três posições)

  1. Banco Original
Reprodução/Facebook


Banco registrou lucro anual pela primeira vez em 2021

Ano de fundação: 2011
CEO: Alexandre Abreu
Sede: São Paulo
Posição no ranking em 2021: 13ª (subiu uma posição)

  1. Bradesco
Getty Images


Grupo Bradesco aparece três vezes na lista: Next, Digio e Bradesco fazem parte da organização

Ano de fundação: 1943
CEO: Octavio de Lazari
Sede: São Paulo (SP)
Posição no ranking em 2021: 12ª (caiu uma posição)

  1. Caixa Econômica
Getty Images


Caixa é um dos maiores e mais antigos bancos do país

Ano de fundação: 1861
CEO: Pedro Duarte Guimarães
Sede: Brasília (DF)
Posição no ranking em 2021: 10ª (caiu quatro posições)

  1. Digio
SOPA Images/Getty Images


O Digio é uma plataforma digital de serviços financeiros lançada em 2016

Ano de fundação: 1981
CEO: Carlos Giovane Neves
Sede: Barueri (SP)
Posição no ranking em 2021: esta é a primeira vez que aparece na lista.

CARNAVAL 2024

Veja também

NOVA BAHIA