GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Nordeste mantém liderança nas vendas on-line

Pelo quarto mês consecutivo, a região Nordeste do país seguiu na liderança com relação às vendas on-line, em agosto de 2020, frente ao mesmo período do ano passado, com 108,9%

Pelo quarto mês consecutivo, a região Nordeste do país seguiu na liderança com relação às vendas on-line, em agosto de 2020, frente ao mesmo período do ano passado, com 108,9%.

Na sequência, aparecem as regiões Norte (74,90%), Sul (74,08%),Centro-Oeste (73,25%) e Sudeste (71,36%). Os dados são do índice MCC-ENET, levantamento desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) em parceria com o Movimento Compre & Confie.

De acordo com André Dias, coordenador do comitê, mesmo com a reabertura do varejo físico e retomada gradual das atividades, o comércio eletrônico mantém patamares de vendas superiores ao ano passado. “Isso comprova que o comportamento de consumo online do brasileiro realmente passou por um processo de transformação permanente. Diante deste cenário, a região Nordeste do país vem crescendo em patamares acima do registrado no total do Brasil, impulsionado principalmente por medidas de circulação mais restritivas nesta região”, afirmou.

O bom resultado nas vendas pela internet na região também pode ser percebido no acumulado do ano, com o Nordeste registrando a maior alta (82,70%), seguido por Sul (62,01%), Centro-Oeste (57,06%), Norte (54,76%) e, por último, o Sudeste com (51,37%). Por outro lado, quando o foco é relacionado a julho e agosto deste ano, o cenário é diferente. De acordo com a pesquisa, no paralelo entre esses dois meses, as vendas varejistas registram queda em todas as regiões, com o Nordeste apresentando o pior desempenho, com baixa de –12,41%, seguido por Norte (–10,16%), Sudeste (–8,82%), Centro-Oeste (–8,05%) e Sul (–7,49%).

Em termos de faturamento, ao observar o dado de agosto frente ao mês anterior, o Nordeste registrou queda de –7,25%. Contudo, no acumulado do ano, a variação positiva foi de 93%, mantendo-se na liderança regional. Em seguida, aparecem, de acordo com a pesquisa, as regiões Sul (59,79%), Norte (57,96%), Centro-Oeste (52,95%) e Sudeste (50,91%).

Com relação ao market share – participação de vendas, medida em porcentagem, que uma empresa possui de mercado dentro de sua indústria de atuação – das Atividades do Comércio Varejista, segundo vendas no e-commerce brasileiro em junho deste ano, o primeiro lugar foi ocupado pelo segmento equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação, com 40,04%. Logo em seguida vieram móveis e eletrodomésticos (23,7%) e tecidos, vestuário e calçados (13,1%).

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia