“Ninguém pode impedir que o Lula seja candidato”, dispara Gleisi Hoffmann

Está sendo inaugurado na noite desta quarta-feira (10) em Salvador um comitê popular em defesa do ex-presidente Lula. A cerimônia ocorre no Teatro Jorge Amado e conta com as presenças do ex-governador da Bahia Jaques Wagner e da presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann.

Na ocasião, a senadora afirmou que a sentença do Tribunal Superior Eleitoral não irá interferir na candidatura do ex-presidente Lula: “Lula terá candidatura registrada, independente da sentença que for dada no TRS. O registro da candidatura será no dia 15 de agosto. Ninguém pode impedir que Lula seja registrado. A legislação não trata disso”.

A senadora afirmou também que o partido está preparado para recorrer dos possíveis questionamentos da oposição: “Se quiserem questionar, nós também vamos recorrer dos questionamentos. Isso é um processo que só vai terminar no final de setembro. A eleição é na primeira semana de outubro, quando o Lula já terá feito campanha e já estará consolidado”.

Gleisi também falou da vergonha que seria para o país, a nível internacional, o impedimento da campanha de Lula e afirmou que não será necessário um “plano B”: “Seria um trauma para a democracia, uma desmoralização internacional para o Brasil, tirar um candidato que esteja na frente com o maior apoio popular. Por isso que a gente tem a firme convicção de que o Lula será candidato e nós não precisaremos de um plano B”.

JIU JITSU FERNANDO MEIRA

Veja também