GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

‘Não será sancionado’, diz Bolsonaro sobre fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões

Presidente tem 15 dias para se manifestar sobre o assunto

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que não vai sancionar o fundo eleitoral de R$ 5,7 bilhões que foi aprovado pela Câmara dos Deputados. Em entrevista para a TV Brasil nesta segunda-feira (19), o presidente criticou o valor.

“É um cifra enorme, que no meu entender está sendo desperdiçada, caso ela seja sancionada. Posso adiantar pra você que não será sancionada”, garantiu.

Bolsonaro tem 15 dias para se manifestar sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) – onde está contido o fundo – ou então entra em vigor nos termo aprovados no Congresso. Caso haja o veto, o presidente vai desagradar a base aliada do centrão, que é favorável à medida.