Musa do Vasco engata quinta vitória seguida no MMA e sonha com UFC

Jamila Sandora é dona de uma impressionante história após começar no MMA aos 34 anos, a então ring girl e modelo resolveu colocar as luvas e experimentar a adrenalina de lutar.

Jamila é Musca do Vasco e atualmente também é lutadora de MMA, tendo atuado no SFT (Foto: Ricardo Valarine)
Foto: Lance!

Por Yago Rédua

A carioca Jamila Sandora fez sua estreia no SFT no último fim de semana, no Ginásio do Pacaembu (SP), pela 12ª edição do evento. Dona de uma impressionante história após começar no MMA aos 34 anos, a então ring girl e modelo resolveu colocar as luvas e experimentar a adrenalina de entrar no cage. Com a vitória sobre Cláudia Leite, a atleta, hoje com 36 anos, comentou que passou por uma batalha para honrar o compromisso.

Por conta de uma facada – oriunda de um assalto -, Jamila teve problema na recuperação e os pontos do corte inflamaram. Depois, pegou um forte resfriado, tudo antes do SFT 12, como contou à TATAME. Mas apesar das adversidades, a lutadora emplacou sua quinta vitória seguida no MMA após triunfar por decisão unânime no sábado (25).

– Eu fiquei parada seis meses e treinei apenas na semana (da luta) porque fui esfaqueada em um assalto e depois meus pontos inflamaram. Com imunidade baixa pelo corte de peso, cheguei à São Paulo e peguei um resfriado devido as condições climáticas. Levando em consideração que minha adversária era bem mais nova, treinou muito para a luta e não estava com problemas de saúde… Considero que fui muito bem – disse Jamila.

A atleta da PRVT Girls comentou sobre a sua expectativa de lutar no UFC, os treinos e a amizade com Jéssica Bate-Estaca, que conquistou o cinturão peso-palha do Ultimate no UFC Rio, no último dia 11, além da oportunidade de ser musa do Vasco da Gama.

Confira a entrevista com Jamila Sandora na íntegra:

-Análise da estreia no SFT MMA

Agora, sobre minha atuação… Preciso melhorar bastante o condicionamento para fazer bem todas as outras coisas e aprender sempre um pouco mais. Até porque, eu não tive amador e tudo que estou desenvolvendo e aprendendo tem sido direto no profissional.

-Início no MMA aos 34 anos de idade

Eu peguei firme mesmo quando entrei pra PRVT, isso tem uns dois anos e meio. Eu gostava, porque me instigava quando via (MMA).

-Chance de chegar ao Ultimate

Quem trata das lutas é meu mestre Giliard Paraná. Há grandes possibilidades sim (fechar com o UFC). A gente só precisa aguardar o momento que Deus vai escolher, enquanto isso vamos melhorando para poder chegar bem. Não só com garra, mas com surpresas.

-Relação com Jéssica Bate-Estaca

Todo mundo deveria conhecer de verdade a Jéssica! Ela é incrível, incomparável, uma pessoa espetacular. Ela é super alto-astral, muito companheira, excelente atleta e nos dá dica de tudo, porque quer ver todos da equipe lá em cima como ela. Ela tem um brilho próprio que nada vai tirar dela. Ela ficou no meu córner, me ajudou muito, gritou muito, vibrou muito! E quando saímos, ela e a Fê ficaram ali do meu lado me abanando e cuidando de mim! Cara, ela não precisa disso, mas fez! Ela merece tudo de bom na vida.

-Responsabilidade de ser musa do Vasco

O Vasco tem passado um momento bem difícil no Futebol. Mas o Vasco não é só Futebol! O nosso clube nos dá alegria em outros esportes também. Se eu conseguir ficar bem, mesmo que não seja patrocinada pelo clube, mas sabendo que sou vascaína e vendo a torcida feliz por representar bem a Cruz de Malta, já me sinto realizada. É uma alegria ser vascaína.