CARNAVAL 2024

Ministra visita indígenas feridos em conflito com fazendeiros em Itapetinga

Foto: Leo Otero/MPI

A ministra dos Povos Indígenas, Sonia Guajajara, chegou na Bahia nesta segunda-feira (22) para acompanhar a investigação do ataque a pessoas da Terra Indígena Caramuru-Catarina Paraguassu, situada no sul da Bahia. A indígena Maria Fátima Muniz de Andrade, do povo Pataxó Hã Hã Hai, foi morta e o cacique Nailton Muniz Pataxó, foi baleado, no domingo (21), em Potiraguá, na região sudoeste do estado.

Foto: Leo Otero/MPI

Os suspeitos do ataque a tiros são fazendeiros, presos em flagrante no domingo. Um indígena que estava com um arma artesanal também foi detido. Entre os feridos está ainda uma mulher que teve o braço quebrado e outras pessoas hospitalizadas, mas sem risco de morte. O cacique passou por cirurgia no Hospital Cristo Redentor, em Itapetinga. A comitiva liderada pela ministra desembarcou no Aeroporto de Ilhéus, por volta das 10h desta segunda-feira (22).

Foto: Reprodução/Redes Sociais

“A questão indígena é uma questão nacional, que envolve governo federal, estadual e municipal e aqui está mostrando isso. É importante garantir essa segurança no nível municipal, estadual e federal para que o povo tenha liberdade e tranquilidade dentro do seu território”, disse Guajajara à TV Bahia.

CARNAVAL 2024

Veja também

NOVA BAHIA