Khabib provoca briga generalizada e ofusca brilho do UFC 229

A atração principal do UFC 229 era, sem dúvida, a disputa mais aguardada dos últimos anos no MMA mundial. De um lado, o lutador mais famoso, midiático e imprevisível da atualidade. Do outro, o atual campeão, invicto e competidor mais dominante da história do octógono. Somada a isso, a rivalidade construída entre os envolvidos desde a confusão em Nova York (EUA) fazia de Conor McGregor vs Khabib Nurmagomedov uma promessa de  recorde de venda de pay-per-view.

E tudo isso ficou evidente quando a porta do octógono foi fechada. Após o soar do gongo inicial, Conor andou para frente e atacou com um direto e um chute alto. A tentativa de fazer o adversário andar para trás era uma forma
de amenizar a potência de uma eventual tentativa de queda, que não demorou a aparecer. Em menos de trinta segundos, o russo mergulhou em um single que, apesar de esbarrar na defesa do irlandês nos primeiros momentos, culminou com uma queda. E uma vez no chão, ‘The Notoriuous’ não foi capaz de se levantar.

Por baixo no primeiro assalto, Conor apenas se defendeu para buscar um nocaute na etapa seguinte. No entanto, enquanto tentava marcar o tempo de entrada de Khabib, o irlandês foi surpreendido com um cruzado de direita que o levou a knockdown. Depois disso, o especialista em sambo dominou por completo. Golpes no ground and pound, uma tentativa de finalização e muita pressão.

Mas tanto empenho demandou energia, e na etapa seguinte Nurmagomedov não foi capaz de derrubar o oponente. Com a defesa de queda em dia, Conor acertou melhores golpes em pé e pareceu balançar o oponente. No entanto, o round seguinte foi dominado por Khabib, que derrubou, castigou e finalizou com um justo mata-leão. E a partir daí, a confusão tomou conta do ginásio T-Mobile Arena.

Irritado, Khabib demorou para largar a finalização e, mesmo após o fim do combate, passou a provocar o rival. Na sequência, um parceiro de treino do excampeão se revoltou e Khabib deixou o octógono para agredi-lo. Ao mesmo
tempo, o time do russo invadiu o octógono e uma confusão generalizada entre as duas equipes perdurou por cerca de três minutos até que policiais e seguranças impedissem que novas brigas acontecessem.

A torcida, incomodada com a falta de esportividade, vaiou a confusão, que impediu que um resultado oficial fosse anunciado com a presença dos atletas no cage, o que só foi feito cerca de dez minutos depois. Final trágico e confuso, que contou com um constrangido Dana White tentando amenizar os conflitos.

Acompanhe os resultados do UFC 229

Khabib Nurmagomedov finalizou Conor McGregor no 4º round;
Tony Ferguson venceu Anthony Pettis por nocaute técnico ao final do 2º round;
Dominick Reyes venceu Ovince Saint Preux por decisão unânime;
Derrick Lewis nocauteou Alexander Volkov no 3º round;
Michelle Waterson venceu Felice Herrig por decisão unânime;
Jussier ‘Formiga’ venceu Sergio Pettis por decisão unânime;
Vicente Luque nocauteou Jalin Turner no 1º round;
Aspen Ladd nocauteou Tonya Evinger no 1º round;
Scott Holtzman nocauteou Alan ‘Nuguette’ no 3º round;
Yana Kunitskaya venceu Lina Länsberg por decisão unânime;
Gray Maynard vs. Nik Lentz nocaute no 2º round;
Tony Martin nocauteou Ryan LaFlare no 3º round

 

Fonte: Combate
JIU JITSU FERNANDO MEIRA