CAMPANHA COMBATE AO MOSQUITO EDES AEGYPTI

Jerônimo Rodrigues: ‘Tenho experiência de gestão de 20 anos’

Em convenção, postulante ao governo prometeu não fazer um governo de continuismo e lembrou parceria com Lula

Foto: ascom / pt

O ex-secretário de Educação Jerônimo Rodrigues (PT) destacou neste sábado (30) ter 20 anos de experiência executiva no poder público. Durante a convenção que o homologa como candidato a governador, no Parque de Exposições, o petista também prometeu fazer uma gestão superior à dos correligionários Jaques Wagner (PT) – atual senador – e do atual governador Rui Costa (PT), e não apenas um governo de continuismo.

Jerônimo ressaltou que “a Bahia precisa de Lula e Lula precisa da Bahia”. Para o candidato, o que pesa na decisão do eleitor na hora de escolher o seu próximo governador é a capacidade de gestão, de fazer. “Espero que a população baiana saiba discernir quem é o amigo do Lula. O Lula vai ajudar a Bahia”. Jerônimo atuou nas áreas de Ciência e Tecnologia e Planejamento, além do governo federal, antes de entrar no secretariado de Rui Costa, a quem agradeceu pela oportunidade de comandar duas pastas.

“Uma foi a instalação de uma secretaria nova (Desenvolvimento Rural), para cuidar de 700 mil proporiedades de agricultura famailiar, que produzem alimentos diariamente, que abastecem a mesa da gente. E mais recentemente eu tive a missão mais do que profissional, uma missão sagrada, de cuidar da educação da Bahia”, completou o candidato a governador.

Na Secretaria da Educação, prossegue Jerônimo, “fiz parcerias com os prefeitos, cuidei da relação com os professores e enfrentei uma pandemia, um momento difícil”. Sobre o combate ao novo coronavírus, o ex-secretário recordou que Rui Costa “tomou conta de toda a Bahia, cuidando de uma forma exemplar, enfrentando o governo federal, que deveria ajudar os estados” e, na SEC, “nós não perdemos o vínculo da escola com os estudantes. Criei programa de assistência estudantil, levando comida para a casa dos estudantes naquele momento difícil.”