Inter vira sobre o Vitória em casa e assume a vice-liderança

O clube gaúcho chegou aos 53 pontos na classificação do Brasileiro, mesma pontuação do líder Palmeiras. O time colorado, contudo, fica atrás por ter saldo de gols inferior.

O Internacional bateu o Vitória por 2 a 1, neste domingo (30), no Beira-Rio, graças a um pênalti irregular. O time colorado saiu atrás com uma “lambança” da defesa, mas empatou e virou com a ajuda de um erro do juiz. O jogo teve gols de Leandro Damião e D’Alessandro para o Colorado. Emerson Santos, contra, fez para o Vitória.

O Inter chegou aos 53 pontos na classificação do Brasileiro, mesma pontuação do líder Palmeiras. O time colorado, contudo, fica atrás por ter saldo de gols inferior (23 a 18). Já o Vitória para com 29 e segue ameaçado, próximo da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Inter encara o Sport, sexta-feira, em Recife. Já o Vitória terá pela frente o Santos, em Salvador.

Logo no começo da partida, Emerson Santos, em uma lambança da zaga, colocou na própria meta, de cabeça. Ele tentava ajeitar para o goleiro Marcelo Lomba, mas viu a bola entrar no canto direito a 1min.

O Inter empatou na segunda etapa. Quando o time vivia o ápice do nervosismo, Leandro Damião exerceu o ofício do centroavante. Recebeu cruzamento e, de cabeça, igualou o placar recolocando o time na disputa. O destaque na jogada foi a bola roubada de Cuesta na ponta direita. Ele passou para Edenílson, que cruzou na medida para Damião marcar, aos 17min.

A virada, contudo, veio em um pênalti irregular. Uma cobrança de falta de Camilo acertou o braço do jogador do Vitória que estava na barreira. Ele estava fora da área, mas o árbitro Sávio Pereira Sampaio assinalou pênalti. D’Alessandro cobrou no canto direito e marcou o segundo gol colorado, aos 40min, definindo o placar.

INTERNACIONAL

Marcelo Lomba; Fabiano, Emerson Santos, Cuesta, Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, D’Alessandro, Nico López (Jonatan Alvez), William Pottker (Camilo); Leandro Damião (Rossi). T.: Odair Hellmann

VITÓRIA

Ronaldo; Jeferson, Lucas Ribeiro, Ramon, Fabiano; Marcelo Meli (Walyson), Léo Gomes, Yago, Rodrigo Andrade; Léo Ceará (André Lima), Neilton (Lucas Fernandes). T.: Paulo César Carpegiani

Estádio: Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Juiz: Sávio Pereira Sampaio

Renda: R$ 921.900,00

Público: 37.070 (total)

Cartões amarelos: Neilton, Léo Gomes, Ronaldo, Jeferson e André Lima (Vitória); Edenílson, D’Alessandro (Inter)

Gols: Emerson Santos, do Inter, contra, com 1min do primeiro tempo (Vitória); Leandro Damião, aos 17min, e D’Alessandro, aos 40min do segundo tempo (Inter)

JIU JITSU FERNANDO MEIRA