Indústria de Chocolates da Bahia fortalece economia e turismo de Ilhéus

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, visitou as instalações da Indústria de Chocolates da Bahia (ICB), na tarde de terça-feira (13), que será inaugurada no próximo mês de dezembro, no Distrito Industrial do município. A fábrica é uma iniciativa dos empresários Henrique Almeida e Marco Lessa, proprietários das marcas Chocolate de Origem Fazenda Sagarana e CHOR Chocolate de Origem.

Com capacidade de produção de 150 toneladas por ano, e equipada com moderna estrutura totalmente automatizada, a ICB fortalece a expansão do setor de produção de chocolates em Ilhéus e agrega avanços para a economia e turismo. Segundo Henrique Almeida, executivo do Chocolate de Origem Fazenda Sagarana, a ICB é uma marca âncora, criada para processar qualquer chocolate produzido no Sul da Bahia.

Henrique Almeida destaca o valor da iniciativa para o turismo de Ilhéus. Segundo ele, as pessoas poderão visitar a fábrica e conhecer todas as etapas de produção, desde a chegada da amêndoa à execução final do alimento. “Nós, que estamos neste setor há muitos anos, desconhecemos quem tenha um investimento que processe marcas de terceiros, como vamos fazer”, observa o empresário.

O prefeito mostrou-se admirado com o empreendimento e parabenizou os sócios pela iniciativa. “É uma honra visitar a indústria, estou encantado com o que vejo, não deixa nada a desejar para nenhuma fábrica de chocolates do mundo, com esses equipamentos e estrutura de ponta. Isso me deixa muito feliz, Ilhéus só tem a ganhar, está chegando desenvolvimento econômico para a cidade, empregos e renda, sem dúvidas é uma vitória para todos. Marco e Henrique estão de parabéns pelo investimento”, aplaudiu o prefeito.

Atração turística

Para Marco Lessa, criador da CHOR Chocolate de Origem, a fábrica representa a realização de um sonho, iniciado quando ele e Henrique Almeida começaram a divulgação do chocolate brasileiro pelo mundo. “Depois, entendemos que era necessário fazer um investimento mais arrojado, que prestasse serviços a outras marcas da região, processando chocolate, oportunizando ao turista conhecer como é produzido um chocolate de alta qualidade, além de gerar dividendos para o município”, diz o empresário.

Para o secretário municipal de Indústria e Comércio. Paulo Sérgio, a ICB trará uma nova perspectiva na história de Ilhéus. “Uma vez que o cacau é o fruto de ouro conhecido e reconhecido mundialmente, o chocolate vem sendo o protagonista dessa nova fase em nossa cidade, com um projeto inovador, através do qual o cidadão terá a oportunidade de ver na prática como é fabricado o chocolate”, salientou o secretário.

JIU JITSU FERNANDO MEIRA