Governo diz que recuperou registros de vacinação após ataque hacker

ConectSUS continua fora do ar após ataque hacker. Segundo a pasta, ‘todos os dados foram recuperados com sucesso’.

O Ministério da Saúde informou neste domingo (12) que o processo para recuperação dos registros dos brasileiros vacinados contra a Covid-19 foi finalizado, sem perda de informações.

“Todos os dados foram recuperados com sucesso”, diz a pasta em nota.

O ministério afirma ainda que, “no momento, a pasta trabalha para restabelecer o mais rápido possível os sistemas para registro e emissão dos certificados de vacinação”.

O sistema foi invadido por hackers na madrugada de sexta-feira (10). O problema também afetou o sistema de notificação de casos da doença.

O aplicativo e a página do ConectSUS – plataforma que mostra comprovantes de vacinação contra a Covid-19 – continuam fora do ar, mais de 24 horas depois do episódio.

Segundo o ministério, foram atingidos os seguintes sistemas:

  • e-SUS Notifica (sistema de notificação de casos de Covid)
  • Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização (SI-PNI) – que tem informações sobre cobertura vacinal e vacinação contra outras doenças no país
  • ConecteSUS
  • funcionalidades como a emissão do Certificado Nacional de Vacinação Covid-19 e da Carteira Nacional de Vacinação Digital, que estão indisponíveis no momento.

O comprovante de vacinação é exigido em mais de 240 cidades brasileiras para acessar alguns espaços públicos e privados, segundo um levantamento da Confederação Nacional de Municípios (CNM). Dezenove capitais também demandam a apresentação do documento.

O documento também é necessário em muitos lugares para receber a segunda dose ou a dose de reforço. Pelo aplicativo ConecteSUS, pessoas vacinadas podiam fazer a emissão do Certificado Nacional de Vacinação Covid-19.

Uma decisão dada neste sábado pelo ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal, determinou a obrigatoriedade de comprovante de vacinação para viajantes estrangeiros que chegarem ao país.

Alternativas

Com o sistema fora do ar, veja alternativas para comprovar a vacinação.

  • Cartão físico: Após receber a vacinação, você deve ter recebido um comprovante físico, no qual foram anotados o fabricante, os lotes do imunizante e a data para aplicação da segunda dose. Para provar que está vacinado contra a Covid-19, você pode apresentar o comprovante físico. Lembre de ter em mãos a comprovação das duas (ou três) doses ou da dose única;
  • Aplicativos municipais e estaduais: Alguns estados e municípios também têm os dados de vacinação em sites e aplicativos locais. Em São Paulo, a plataforma estadual que emite o comprovante, o VaciVida, não foi afetada e está funcionando normalmente, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde.

Fonte: G1