GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Google vai oferecer ‘graduação’ de seis meses; curso de TI custa US$49/mês

Entre as “graduações” que serão ministradas integralmente pela internet, estão os cursos de Análise de Dados, Gestão de Projetos e UX Designer.

Você pensa em fazer uma faculdade mas desanima só de pensar em investir os próximos quatro ou cinco anos nisso? Ou, até mesmo, no valor que terá de desembolsar para terminar a graduação? De olho nesse público, o Google lançou uma série de cursos com duração de apenas seis meses e que prometem preparar os estudantes para cargos de “alta remuneração.”

Entre as “graduações” que serão ministradas integralmente pela internet, estão os cursos de Análise de Dados, Gestão de Projetos e UX Designer.

Para ampliar o acesso aos cursos e formar novos especialistas em tecnologia, o vice-presidente de assuntos globais do Google, Kent Walker, anunciou neste mês que designará cerca de 100 mil bolsas, que serão distribuídas entre as três “graduações”. Já aos que não conseguirem ter acesso ao benefício, a gigante de tecnologia ainda não deu detalhes do valor da mensalidade desses novos cursos.

Mas, já é possível ter uma ideia de quanto cada estudante terá que desembolsar: desde 2018, a gigante de tecnologia oferece uma especialização em Suporte de TI pela plataforma Coursera, por US$ 49 ao mês (algo como R$ 270). Para efeitos de comparação, um curso de Engenharia da Computação em uma universidade privada de ensino à distância pode custar até R$ 1.110, de acordo com o site ead.com.br.

Ao CNN Brasil Business, a assessoria do Google no Brasil afirmou ainda não ter detalhes sobre a forma como esses cursos serão disponibilizados na internet e nem se a ferramenta estará disponível para alunos que moram fora dos Estados Unidos. A única informação confirmada é de que, a princípio, os cursos serão oferecidos apenas em inglês. Também não há previsão de lançamento das aulas em outros idiomas.

Google Career Certificate

Quando foi divulgado, cerca de um mês atrás, o programa batizado de Certificado de Carreira do Google (Google Career Certificate, em inglês) foi alvo de controvérsias já que, na visão de críticos, uma empresa de tecnologia não poderia oferecer a mesma formação do que uma instituição formal de ensino. A empresa explicou que não tem como objetivo substituir o ensino formal nas universidades mas que, para o Google, o certificado nestes cursos terá o mesmo peso de um diploma num processo seletivo.

Aos que almejam seguir carreira em tecnologia, o certificado pode gerar bons frutos. Para se ter ideia de quanto um profissional dessas áreas chega a ganhar como contratado da Google, a renda média anual para um técnico de TI — a mais baixa entre as carreiras oferecidas pelos cursos — chega a US$ 54.760. Para os gestores de projetos, são US$ 93.000 anuais.

“Quase dois terços dos empregos criados desde 2010 exigem habilidades digitais de alto ou médio nível. Isso representa um desafio para muitos que procuram emprego. Diplomas universitários estão fora do alcance de muitos americanos e não deveriam ser obstáculos no caminho para a estabilidade financeira. Precisamos de soluções novas e acessíveis”, disse em nota o vice-presidente de assuntos globais do Google, Kent Walker.

Fonte: CNN

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia