Geraldo Júnior retira aliados próximos de ACM Neto de comissões

Contrários â reeleição do presidente do Legislativo municipal, Duda Sanches e Cláudio Tinoco perderam espaços

União Brasil ingressou com ação contra reeleição de Geraldo Júnior na presidência da Câmara – Foto: Shirley Stolze | A TARDE

O presidente da Câmara de Salvador, Geraldo Júnior (MDB), modificou a composição de comissões da Casa, em mais um capítulo da guerra travada contra o ex-prefeito ACM Neto (União Brasil) e aliados.

Geraldo rompeu com Neto para ser candidato a vice-governador na chapa de Jerônimo Rodrigues (PT). Já o União Brasil ingressou com ação que questiona a reeleição de Geraldo para um terceiro mandato no comando da Câmara, a partir de janeiro.

Nas mudanças promovidas nas comissões, Geraldo retirou, por exemplo, o vereador Duda Sanches, vice-presidente da Câmara e presidente do União Brasil, em Salvador, da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e da Comissão de Planejamento Urbano e Meio Ambiente, da qual Duda era presidente. Já Cláudio Tinoco, também do União Brasil, foi excluído da Comissão de Finanças. Duda e Tinoco foram os dois vereadores que questionaram a última reeleição de Geraldo.

As alteração feitas pelo presidente da Câmara também conferiram maior poder a opositores de Neto. Na CCJ, por exemplo, dos sete titulares do colegiado, nenhum deles apoia a pré-candidatura do ex-prefeito ao governo do Estado. A nova configuração de cinco comissões foi publicada em edição extra do Diário Oficial do Legislativo.

Fonte: A Tarde