Geraldo Jr.: ‘Meu único arrependimento foi não ter vindo antes para o lado de cá’

O pré-candidato a vice ainda elogiou os governos de Rui Costa e Jaques Wagner

Foto: PT Bahia

Pré-candidato a vice-governador na chapa de Jerônimo Rodrigues (PT), Geraldo Júnior (MDB) fez um forte discurso sobre sua ida para a base de apoio do grupo liderado pelo governador Rui Costa (PT) na Bahia.

Durante o Programa de Governo Participativo (PGP) na cidade de Irecê, neste sábado (9), Geraldo falou que se arrepende de não ter aderido antes à base do governador baiano.

“Não adianta imaginar ou perguntar se eu estou arrependido. O único arrependimento que eu tenho é de não ter vindo para esse time antes. A partir do momento que tomei essa decisão, eu não vou mais retroceder. Não adiantam as intimidações, não adiantam os telefonemas”, disse Geraldo, presidente da Câmara de Vereadores de Salvador.

O pré-candidato a vice ainda elogiou os governos de Rui Costa e Jaques Wagner, citando projetos das gestões petistas como o Água para Todos. “Como ficar contra um projeto político que está dando certo? Como ficar contra um projeto que pavimentou milhares de quilômetros de estradas na Bahia, que levou água para 10 milhões de baianos? É um governo que cuida de gente. Como ficar com a retórica de que são 16 anos de governo e isso cansa? Eu demorei muito tempo para enxergar isso e Deus na sua infinita sabedoria me deu a visão para que eu pudesse dizer que ao lado de Jerônimo nós vamos dar continuidade a esse governo”, falou.

Geraldo Júnior também prometeu percorrer Salvador para impulsionar o nome de Jerônimo. “A partir de segunda-feira eu vou pegar cada um dos deputados, vereadores, e rodar os quatro cantos da capital. Vamos mobilizar líderes, amigos, parceiros, para transformar a vida daqueles cidadãos soteropolitanos”.