Equipe de Bolsonaro quer reduzir rejeição a menos de 40% até julho

A expectativa dos aliados de Bolsonaro é diminuir também a distância eleitoral entre o presidente e o ex-presidente Lula 

Foto: Ascom-Presidência

A equipe de Jair Bolsonaro (PL) quer reduzir a rejeição do presidente da República a menos de 40% até julho, segundo a coluna Painel, do jornal Folha de S. Paulo.

De acordo com a publicação, ao reduzir a rejeição, a expectativa dos aliados de Bolsonaro é diminuir também a distância entre o presidente e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) até outubro e, se possível, ultrapassar o petista até as eleições. 

Segundo o último Datafolha, em março, 55% dos brasileiros declararam que não votarão no presidente de jeito nenhum, e 37% não votarão em Lula.