Embalado pelo Estadual e com Guto Ferreira de volta, Bahia debuta contra o Inter

O Bahia tentará surpreender na edição do Campeonato Brasileiro deste ano. A equipe baiana brigou contra o rebaixamento em boa parte da competição no último ano e tentará fazer uma campanha mais consistente e com menos sustos nesta temporada, em que debuta no torneio diante do Internacional, neste domingo, às 16 horas, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

A volta de Guto Ferreira ao comando técnico neste ano, a permanência do meia Zé Rafael no elenco e a boa campanha no Campeonato Baiano, do qual foi campeão em cima do rival Vitória, dão esperanças ao torcedor do time baiano de uma campanha menos irregular em 2018.

No ano passado, sob o comando de Paulo César Carpegiani, o Bahia até surpreendeu nas últimas rodadas e poderia até garantir uma vaga na Copa Libertadores. A sequência de bons resultados, no entanto, demorou um pouco a vir. Neste Brasileirão, a ideia dos baianos é ser competitivo desde o início.

“Eu penso que o primeiro passo é ter um time mais competitivo, que brigue mais de igual para igual com os grandes clubes do Brasil. Conseguindo isso, consequentemente a gente vai fazer melhores campeonatos que em outras temporadas e no decorrer do campeonato a gente vai almejar uma Libertadores, algo mais”, disse o goleiro Douglas Friedrich, que disputou a competição nacional em 2017 pelo Avaí.

Um possível trunfo do Bahia na estreia é o seu comandante. Antes de retornar à equipe baiana, Guto Ferreira treinou o Internacional na Série B na última temporada e conhece boa parte do elenco colorado.

Com relação ao time titular, os desfalques são na zaga. Guto Ferreira não poderá contar com Lucas Fonseca e Jackson, que nem foram relacionados para a partida. Douglas Grolli, que já esteve em campo na derrota para o Blooming, da Bolívia, pela Copa Sul-Americana, deve ser o titular na zaga ao lado de Tiago.

JIU JITSU FERNANDO MEIRA