GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Em jogo fraco, reservas do Bahia perdem para o Jacuipense

Tricolor desperdiçou chances e foi surpreendido pelo time do interior

Tricolor fez jogo ruim em Riachão e perdeu para o Jacuipense (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

A liderança do Baianão estava nas mãos do Bahia, mas escorreu pelos dedos como água. Em jogo pobre tecnicamente, o tricolor foi derrotado pelo Jacuipense, por 1×0, na noite desta quarta-feira (27), no estádio Eliel Martins, em Riachão do Jacuipe. 

O resultado deixou o Bahia na terceira colocação, com 11 pontos,  um a menos que o Vitória e Bahia de Feira. Para piorar, o momento ainda aumenta a pressão sobre o técnico Enderson Moreira e seus comandados. O tricolor não vence há três partidas. 

Em um primeiro tempo pobre tecnicamente, o Bahia pouco fez para merecer tirar o zero do marcador. Apostando nas jogadas pelos lados, o tricolor apresentou muita dificuldade para criar as jogadas ofensivas. O lance de maior perigo só aconteceu aos 10 minutos.

No erro da defesa do Jacuipense, a bola sobrou para Iago na ponta esquerda. O atacante cruzou rasteiro e Guilherme pegou de primeira, mas mandou chute fraco e facilitou a defesa do goleiro Jordan.

Do outro lado o Jacuipense também não conseguia desenvolver um bom futebol. Ainda assim, as melhores chances da primeira etapa foram do Leão do Sisal. Cria da base do Bahia, Danilo Rios fez Anderson trabalhar em chute forte, aos 23 minutos.

Aos 35 minutos o meia aproveitou cruzamento de Paulinho da direita e mandou de cabeça. Anderson apenas acompanhou e a bola raspou a trave tricolor.

Quem não faz… 
O Bahia voltou para o segundo tempo com o mesmo panorama: domínio, mas sem criar chances reais de gol. Com apenas cinco minutos Iago pegou a sobra da bola mal cortada pela defesa, mas isolou. Na sequência foi a vez de Guilherme bater colocado e assustar o goleiro Jordan. 

Para tentar mudar a situação, Enderson Moreira tirou o meia Guilherme e colocou Shaylon em campo. Na primeira jogada o camisa 20 arriscou chute de fora da área e obrigou Jordan a fazer boa defesa, mandando a bola para escanteio. Aos 25 minutos foi a  vez de Caíque desperdiçar chance clara. O camisa nove recebeu lançamento e saiu de cara com o goleiro, mas chutou em cima. 

O lance foi a deixa para Enderson tirar o atacante e promover a estreia de Arthur Caíke. Mas quem chegou ao gol foi o Leão do Sisal. Aos 26 minutos Padilha cruzou rasteiro e Thiaguinho apareceu entre os zagueiros para tocar para as redes, abrindo o placar em Riachão.

Com o placar adverso, o Bahia se lançou ao ataque. Na cobrança de escanteio, Xandão subiu mais que a defesa do Jacuipense, mas a bola foi para fora. Sem pressa, o Jacuipense passou a cadenciar o jogo.  

Já nos acréscimos o Bahia lançou bola na área, o goleiro Jordan saiu de forma estabanada e derrubou Nilton dentro da área. Os tricolores pediram pênalti, mas o árbitro deu falta no goleiro. Sem poder de reação, restou ao Bahia apenas lamentar o revés no Campeonato Baiano. 

O Bahia volta a entrar em campo na quarta-feira (6), quando enfrenta o Altos, em Teresina, pela Copa do Nordeste. Pelo Baianão, o tricolor entra em campo no domingo (10), no clássico contra o Vitória, na Fonte Nova.