Em 1° discurso como presidente, Bolsonaro promete fim de ‘extremismo de esquerda’

Jair Bolsonaro (PSL) falou em combater a corrupção e o que chamou de “extremismo de esquerda” no Brasil durante seu primeiro pronunciamento como Presidente da República eleito neste domingo (28). “Não podemos mais continuar flertando com o Comunismo, o populismo e o extremismo da esquerda”, declarou.

O próximo Presidente, o terceiro oficial do Exército brasileiro a obter o cargo pelo voto, fez o primeiro pronunciamento ao vivo para as redes sociais. “Nós fomos declarados vencedores desse pleito. O que eu mais quero é seguir os ensinamentos de Deus ao lado da Constituição brasileira e me inspirando em grande líderes mundiais”, discursou Bolsonaro ao lado da Constituição, de uma Bíblia evangélica e de um livro sobre o governo do inglês Winston Churchill.

No pronunciamento, Bolsonaro voltou a prometer acabar com as indicações de cargos no governo. “Temos tudo para sermos uma grande nação. Meu muito obrigado a todos vocês pelo apoio, pela consideração, pelas orações e pela confiança. Vamos juntos mudar o destino do brasil”, completou o sucessor de Michel Temer (MDB).

JIU JITSU FERNANDO MEIRA