Desistência de Neto eleva expectativa de reeleição de Rui e de vitória do grupo em SSA em 2020

Rui, Coronel e Otto durante ato em homenagem ao ex-presidente Lula na Assembleia

A desistência de ACM Neto (DEM) em concorrer ao governo do Estado deve ampliar a disputa em setores do governo estadual e de sua base política pela indicação para candidato à Prefeitura de Salvador em 2020, quando o prefeito não poderá mais concorrer à reeleição e terá que que indicar um nome para tentar manter a Prefeitura em seu próprio grupo político. Hoje, o nome que se fala no time de Neto é o do vice-prefeito Bruno Reis (DEM).

O assunto era dos mais comentados durante a homenagem prestada hoje pela manhã na Assembleia Legislativa ao ex-presidente Lula, a pedido do presidente da Casa, deputado Angelo Coronel (PSD), ao qual compareceram muitos políticos petistas, aliados do governo, militantes e movimentos sociais. Membros do PT e aliados avaliam que Neto terá imensas dificuldades de fazer o sucessor nas próximas eleições municipais.

A análise parte do pressuposto de que, sem ele na disputa agora, o governador, que, na avaliação dos petistas, já era favorito, aumentou imensamente suas chances de se reeleger em outubro.  “Se na sucessão municipal passada, quando Neto era o favorito, já tivemos disputa na base pela candidatura à Prefeitura, imagine em 2020, quando ele não poderá mais concorrer”, disse um deputado petista.

Ele ponderou, no entanto, que ainda é cedo para discutir o assunto, mas admitiu que é natural que alguns cenários já comecem a ser estudados, dada à quase certeza de que Rui Costa será reeleito este ano. “O governador está certo em manter a humildade e não falar em vitória neste momento, mesmo porque eleição só se ganha no dia, mas é inevitável que já se fale na sucessão municipal de 2020”, completou.

Para a mesma fonte, além do prazer em derrotar o prefeito de Salvador, que ele acredita que pode estar mais enfraquecido ao final do seu governo e pela presença do PT no governo estadual, a conquista da Prefeitura virou praticamente um ponto de honra para as forças que hoje se agrupam em torno de Rui Costa. “Quem derrotar ACM Neto em 2020 vai ter um troféu nas mãos”, disse.

Fonte: Política Livre
JIU JITSU FERNANDO MEIRA