Dana White não acredita em aposentadoria precoce de McGregor no UFC

Chefão da franquia ainda crê em conversa com irlandês sobre o futuro.

Na semana passada, Conor McGregor surpreendeu ao anunciar – mais uma vez – aposentadoria no MMA e no Ultimate Fighting Championship. O ex-campeão das divisões peso leve e pena do UFC postou no Twitter a decisão de deixar o esporte, a exemplo do que fizera em 2016, quando se sentiu desvalorizado ao ser retirado do UFC 200 e acabou voltando atrás em seguida. Entretanto, para o presidente da franquia, Dana White, o irlandês ainda não está fora da companhia.

Em entrevista ao Las Vegas Channel 8, o mandatário não levou muito em consideração o anúncio da aposentadoria de McGregor. Em tom bem diferente ao da semana passada, quando o irlandês anunciou o fim da carreira – o dirigente chegou a declarar que não seria blefe do lutador -, agora o discurso de Dana é outro. Segundo ele, Conor ainda não encerrou a passagem pela organização.
“Eu acredito que tenha coisas que Conor quer. Penso que ele ainda quer se encontrar comigo frente a frente, e nós vamos, provavelmente nas próximas semanas, para discutir o que está acontecendo”, disse o presidente, que destacou o fato de o irlandês ter recebido salários astronômicos para lutar nos eventos do UFC. ” Quem é mais respeitado do que Conor McGregor? Esse cara nunca foi desrespeitado, muito menos por mim”, acrescentou.

Dana White ainda comentou o fato de que McGregor ter o lado empreendedor, como a marca de uísque lançada pelo irlandês, a Proper Nº Twelve, e o interesse do lutador em se transformar em acionista minoritário do próprio UFC. “Ele se prendeu na ideia de fazer parte do grupo de acionistas. Se você pensar, Michael Jordan nunca comprou parte da NBA. Conor é importante para o UFC? Claro que é. Mas tem outras maneiras de deixá-lo satisfeito”, enfatizou.