Cyborg e Amanda terão superluta por cinturão no último UFC do ano

Brasileiras se enfrentarão pelo título dos penas no dia 29 de dezembro.

Ainda não é oficial, mas a superluta entre as brasileiras campeãs, Amanda Nunes (peso galo) e Cris Cyborg (pena), já tem data e local marcados. As duas se enfrentarão no último evento do UFC no ano, a edição de número 230, no dia 29 de dezembro, em Las Vegas, valendo o título da divisão até 66kg. A negociação, que durou meses, foi concluída com o ‘sim’ da paranaense para encarar a Leoa de Salvador na despedida da temporada.
O UFC ainda não divulgou oficialmente a superluta, mas a informação do acerto para a data foi noticiada pela ESPN. A emissora norte-americana será responsável pela transmissão dos eventos a partir de janeiro de 2019, quando entrará em vigor o contrato com a organização. O presidente do Ultimate, Dana White, confirmou o duelo entre as brasileiras para o último card do ano.
Cris Cyborg confirmou a informação em seguida e, por meio de seu Instagram, anunciou a superluta e aproveitou para provocar Amanda Nunes. “Me desafiou e escolheu a data da luta! Te vejo dia 29 de dezembro”, postou a campeã peso pena, que almejava uma disputa para setembro, no UFC 228, o que foi descartado pela baiana, que só queria o combate para o fim do ano.
Amanda Nunes manteve o cinturão peso galo ao bater Raquel Pennington por nocaute técnico, no Rio de Janeiro, em maio passado. A Leoa manteve o cinturão pela terceira vez, depois de triunfos sobre Ronda Rousey e Valentina Shevchenko. A baiana deverá ter nova desafiante ao título da divisão até 61kg, que poderá sair do duelo entre Ketlen Vieira e Tonya Evinger, em São Paulo, no dia 22 de setembro.
Cyborg, por sua vez, conquistou o cinturão peso pena diante de Tonya Evinger e o manteve contra Holly Holm e Yana Kunitskaya. A paranaense de 33 anos só perdeu uma vez na carreira, na estreia, em 2005, e vem de 20 triunfos e um No Contest (luta sem resultado).
JIU JITSU FERNANDO MEIRA