CAMPANHA COMBATE AO MOSQUITO EDES AEGYPTI

Cúpula da Caixa recebeu relato de assédio sexual ainda em 2020

Funcionária da empresa procurou a então vice-presidente de Pessoas Girlana Granja Peixoto para contar que tinha se sentido assediada pelo ex-vice-presidente

Denúncias de assédio vieram a tona e repercutiram em todo País.

A cúpula da Caixa Econômica Federal sabia de relatos de assédio sexual envolvendo dirigentes do banco ao menos desde 2020 –dois anos antes do início da investigação do MPF (Ministério Público Federal) contra o ex-presidente Pedro Guimarães.

Em julho de 2020, uma funcionária da empresa procurou a então vice-presidente de Pessoas Girlana Granja Peixoto para contar que tinha se sentido assediada pelo ex-vice-presidente Celso Leonardo Barbosa em uma viagem do programa Caixa Mais Brasil a Goiás.

Protesto – Manifestação de funcionários em frente ao prédio sede da Caixa Econômica Federal contra o presidente Pedro Guimarães, acusado de assédio sexual. Cristiano Mariz/Agência O Globo