PIRAÍ DO NORTE

Confiança na indústria aumenta em 93% dos segmentos

Segundo a pesquisa da CNI, as áreas de minerais não metálicos, produtos de borracha e de plástico têm expectativas maiores.

A confiança do empresário industrial cresceu em agosto em 28 dos 30 dos segmentos do setor, afirmou a Confederação Nacional da Indústria (CNI). Em todos os setores considerados, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) ficou acima dos 50 pontos, o que revela o otimismo por parte do empresário.

A pesquisa da CNI consultou 2.328 empresas, sendo 913 pequeno porte, 855 médio e 560 de grande porte, entre os dias 3 a 13 de agosto de 2020.Entre os setores mais confiantes, conforme a CNI, destaques para os produtos de minerais não metálicos, com 63,3 pontos, produtos de borracha (62,8) e de plástico (61,7).

Na outra ponta da tabela, entre aqueles que não estão tão confiantes, os menores indicadores registrados são no setor da manutenção, reparação e instalação de máquinas e equipamentos, com 50,2 pontos, seguido da impressão e reprodução de gravações (50,3) e calçados e suas partes (50,4).

Quadro regional

A confiança é maior nas empresas das regiões Norte (59,0) e Sul (58,0). Logo atrás aparecem nordeste (56,5), Centro-Oeste (56,4) e Sudeste (55,3). No recorte por porte, o índice é maior entre a grandes indústrias (57,8), em seguida aparecem as médias (56,8) e, por último, as pequenas (55,1).

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia