Com dever cumprido, Cruzeiro busca vitória contra Bahia para coroar 2018

Auxiliar escala time alternativo em Salvador, já pensando em 2019

Cruzeiro terá time alternativo e com muitos jovens para duelo contra o Bahia no encerramento do ano

O Cruzeiro se despede da temporada no duelo contra o Bahia, neste domingo, às 17h, no Pituaçu, em Salvador, na rodada final do Campeonato Brasileiro. Com sensação de dever cumprido, depois de faturar o hexa na Copa do Brasil e assegurar presença na Libertadores, o time celeste aproveitará o encerramento do ano para observar jovens valores, já pensando em 2019. Para o tricolor baiano, a partida também será apenas uma forma de ‘cumprir tabela’, já que o clube está garantido na Série A e também na Copa Sul-Americana.
Continua depois da publicidade
Com 52 pontos, o Cruzeiro espera ao menos manter o oitavo lugar no Brasileiro. O Bahia, por sua vez, soma 47, está livre do rebaixamento e já garantido na Sul-Americana. O time baiano poderá, no máximo, terminar em décimo, precisando vencer no Pituaçu e torcer por tropeço do Santos diante do Sport, na Ilha do Retiro.
Sem o técnico Mano Menezes, liberado para tratamento médico, o Cruzeiro será dirigido mais uma vez pelo auxiliar Sidnei Lobo. Aproveitando a partida sem grandes objetivos para classificação, o comandante usará uma equipe alternativa para a despedida. Vários jovens terão oportunidade, como o zagueiro Cacá, o volante Ederson e o lateral-esquerdo Patrick Brey. Eles se juntarão a Rafael, Ezequiel, Manoel, Lucas Romero, Lucas Silva, Raniel e Sassá no time que entrará em campo.
Para Sidnei Lobo, será a chance de os novatos mostrarem que poderão ser utilizados no grupo principal em 2019. “É importante dar oportunidade a quem está chegando. É o momento que eles podem abraçar e mostrar coisas que no treino a gente não vê. O jogo é interessante, porque mostra muitas coisas. A gente que está no dia a dia sabe muito bem da qualidade e da virtude que tem em campo”,  declarou o auxiliar.
“É a oportunidade de você ver aqueles atletas que tiveram pouco tempo para jogar e mostrar um melhor futebol. É para o torcedor conhecer, de fato, o atleta. Com certeza, o Mano estará vendo e esperamos contar com eles na próxima temporada”, acrescentou Sidnei Lobo, que dará descanso a Fábio e já não poderia escalar Dedé, Robinho, Fred e Ariel Cabral, suspensos. Murilo e Mancuello estão fora por causa de lesão.
Tranquilidade baiana
Já garantido na elite e também na Sul-Americana, o Bahia também está tranquilo para fechar o Brasileiro. Mas o time do técnico Enderson Moreira espera encerrar o ano com vitória diante da torcida. A novidade será o centroavante Gilberto, recuperado de lesão e que não atua como titular desde o triunfo sobre o Botafogo (1 a 0), em 20 de outubro. A partida marcará a despedida do meio-campo Zé Rafael, negociado com o Palmeiras.
 
BAHIA x CRUZEIRO
Motivo: 38ª rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Estádio Pituaçu, em Salvador
Data: domingo, 2 de dezembro
Horário: 17h
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone (RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ)
BAHIA
Anderson, Bruno, Douglas Grolli (Jackson), Lucas Fonseca e Lèo; Flávio (Nilton) e Elton; Clayton (Élber), Zé Rafael e Ramires; Gilberto
Técnico: Enderson Moreira
 
CRUZEIRO
Rafael; Ezequiel, Manoel, Cacá e Patrick Brey; Lucas Romero, Lucas Silva e Ederson; David, Raniel e Sassá
Técnico: Sidnei Lobo
JIU JITSU FERNANDO MEIRA