Chimaev ignora qualidade de ‘Durinho’ no jiu-jitsu: “Vou amassar a cara dele”

ma das lutas mais aguardadas da temporada 2022 integra o UFC 273, evento que acontece neste sábado (9), na Flórida (EUA), e coloca frente a frente Gilbert ‘Durinho’ e Khamzat Chimaev. Os tops dos meio-médios (77 kg) são conhecidos nos esportes de combate pelo alto nível que possuem na luta agarrada, mas ‘Borz’ não parece preocupado com o ponto forte do adversário.

Confiante em suas habilidades, Chimaev ignorou a qualidade de ‘Durinho’ no jiu-jitsu. Antes de focar no MMA, o brasileiro se destacou na arte suave e conquistou títulos importantes pela modalidade. No entanto, como é especialista em wrestling e dono de quatro vitórias por finalização no MMA, o russo garante que não teme a luta agarrada do segundo colocado no ranking do UFC.

Prestes a realizar a maior luta de sua carreira, ‘Borz’ sinalizou que o combate pode terminar antes mesmo de chegar ao solo. Vale pontuar que, quando dois especialistas em grappling se enfrentam no MMA, a tendência é que o duelo ocorra em pé.

“Isso não é jiu-jitsu, não é wrestling. Isso é MMA. Isso é luta. Não é como vestir um quimono e rolar com alguém. Vou amassar a cara dele em todos os lugares”, declarou a promessa do MMA ao participar do ‘media day’ do UFC 273, realizado na última quarta-feira (6).

Invicto no MMA, Khamzat Chimaev, de 27 anos, é a sensação do esporte. O atleta disputou quatro lutas no UFC e impressionou no octógono. O russo estreou pela organização em 2020 e, até o momento, suas vítimas nela foram John Phillips, Rhys McKee, Gerald Meerschaert e Li Jingliang em sequência. Agora, ‘Borz’ encara Gilbert ‘Durinho’, seu primeiro adversário renomado no esporte, na edição de número 273, que acontece neste sábado.

Fonte: Ag. Fight