Casa do Vitória, Barradão completa 32 anos e recebe o Ba-Vi neste domingo

Santuário do Vitória, o Barradão completa 32 anos neste domingo (11). E coincidentemente, a celebração do aniversário acontecerá justamente em um clássico Ba-Vi. O rubro-negro encara o arquirrival  Bahia às 16h (horário de Salvador), válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Leão precisa de um triunfo para respirar na tabela. O time tem 34 pontos e ocupa a 17ª posição.

O Estádio Manoel Barradas é palco rubro-negro desde 1986. O estádio foi inaugurado com o duelo entre Vitória e Santos, que acabou em 1 a 1. O atacante Dino, jogador santista, anotou o primeiro gol da praça esportiva.

No Barradão, o Vitória conquistou 16 títulos estaduais, três campeonatos do Nordeste e o título da Copa do Brasil Sub-20 em 2012, além de diversas partidas memoráveis, como o 6 a 2 sobre o arquirrival Bahia, disputado em 20 de fevereiro de 2005 pelo Baianão, e a goleada de 4 a 1 também sobre o Tricolor, pela Série B de 2015.

O maior público registrado no Manoel Barradas foi contra o Juazeiro, em 7 de maio de 2000, pela final do primeiro turno do Baianão, quando 55.200 pessoas assistiram o triunfo Rubro-Negro por 2 a 0. Já o artilheiro da praça esportiva é Neto Baiano com 53 gols anotados, seguido por Ramon Menezes (44) e Allan Dellon (40). Atualmente, a praça esportiva comporta quase 31 mil torcedores.

Para se tornar centro de treinamento durante a Copa do Mundo e a Olimpíada, realizada em 2014 e 2016, respectivamente, o Barradão passou por reformas importantes. O gramado e o sistema de drenagem foram trocados e os vestiários climatizados. Durante o Mundial e os Jogos Olímpicos, o estádio recebeu diversas seleções. E em 2019, o Manoel Barradas será CT na Copa América.

No entanto, neste Campeonato Brasileiro, o Vitória tem tido um desempenho abaixo das expectativas. Em 16 jogos disputados na praça esportiva, o time rubro-negro venceu sete, empatou três e perdeu seis. Um aproveitamento de 50%.

 

JIU JITSU FERNANDO MEIRA