Campeã do Bellator, Cris Cyborg reforça interesse em revanche contra Amanda Nunes

Cris ‘Cyborg’ luta neste sábado (23), no Havaí (EUA), porém não esquece de mencionar uma velha conhecida do MMA como potencial adversária. No Bellator 279, a campeã do peso-pena (66 kg) vai colocar o título da categoria em jogo pela quarta vez diante de Arlene Blencowe, mas, ao mesmo tempo, reforça seu interesse na revanche contra Amanda Nunes.

Em entrevista ao site ‘TMZ Sports’, ‘Cyborg’ ignora o fato de atuar no Bellator e Amanda integrar o UFC e segue na busca por seu tão sonhado acerto de contas. Em 2018, as brasileiras se enfrentaram no Ultimate pelo título do peso-pena e, na ocasião, a ‘Leoa’ nocauteou a veterana no primeiro round, em 51 segundos. Desde então, a curitibana expressa o desejo de ter uma revanche com a algoz. Aos 36 anos, Cris reconhece que se encaminha para a reta final de sua carreira, mas ressalta que ainda dá tempo de encontrar a rival no esporte novamente.

“Quero fazer 20 anos lutando. 20 anos é bom, mas nunca se sabe. Este é o meu plano, mas não sei qual é o plano de Deus para mim. Estou feliz treinando, trabalhando, lutando no Bellator. Tenho muito fogo no coração. Sim, é claro que quero lutar com Amanda. No começo, depois da derrota, eu disse que queria a revanche, mas não conseguimos fazer um acordo para que isso acontecesse. Mas você nunca sabe o futuro. Só Deus sabe. Com certeza lutaremos no futuro, talvez em uma empresa diferente, talvez façamos a luta acontecer, quem sabe”, declarou a lenda do MMA.

Além de Amanda Nunes, Cris ‘Cyborg’ também expressou o desejo de medir forças com Kayla Harrison, bicampeã olímpica de judô e estrela do PFL. Já no Bellator, a rainha do peso-pena deixou claro seu interesse em encarar Cat Zingano, porém o duelo ficou apenas no campo da especulação.