Campeã brasileira de muay thai, encontrada morta pelos pais, foi vítima de infarto fulminante

A atleta Monique Janaína Piske morreu aos 32 anos, no último domingo (2), em Guaramirim, no Norte catarinense. Segundo a irmã Luciana, ela sofreu um infarto em casa e foi encontrada já morta pelos pais. Lutadora há cerca de cinco anos, em 2018, Monique foi a primeira catarinense a lutar no Portuários Stadium, o maior estádio da arte marcial no país, e, no mesmo ano e local, garantiu o cinturão da categoria 70 kg.

Além do título nacional, a atleta também foi bicampeã estadual de muay thai, além de ter conquistado títulos na “Copa do Brasil de Kickboxing” e no “Joinville Fight Night de MMA”. Monique morava no bairro Corticeira e deixa pai, mãe, irmã e sobrinhos. O velório acontece desde o fim da manhã desta segunda-feira (3) na capela mortuária de Guaramirim. A partir das 17h, o corpo será levado ao crematório do bairro Nereu Ramos, em Jaraguá do Sul, na mesma região, para cerimônia de despedida.

Morre a catarinense Monique Piske, campeã nacional de muay thai | DIARINHO
Campeã nacional de muay thai morre aos 32 anos em Guaramirim