Campanha de Jerônimo já conta com apoio de mais de 300 prefeitos

Pré-candidato a governador pelo PT registra alta adesão no estado

Time de Lula na Bahia segue unido e consolidado (Foto: assessoria)

Em pré-campanha pelo interior da Bahia, onde tem firmado importantes alianças, o pré-candidato ao governo do estado, Jerônimo Rodrigues (PT), recebeu o apoio de mais 27 prefeitos durante a plenária do Programa de Governo Participativo (PGP) no município de Capim Grosso, neste domingo, 24.

Com a presença dos gestores, a campanha do petista já contabiliza apoio de mais de 300 prefeitos dos 417 municípios baianos. Muitos dos que aderiram ao grupo do petista são filiados a partidos como o PP e outros que não fazem parte da base do governo Rui Costa (PT).

“Nós aprendemos a fazer política com Lula. É um modelo que dialoga com as pessoas, com os gestores, com as lideranças, que cuida de gente. Ter o apoio de tantos prefeitos e prefeitas nos fortalece e aumenta nossa responsabilidade”, afirmou Jerônimo Rodrigues em discurso em Bom Jesus da Lapa, na última semana.

PP e PSD

Entre os prefeitos que declararam apoio a Jerônimo, chama a atenção os cerca de 90% dos 92 eleitos do PP, que continuaram com o petista mesmo após o rompimento do vice-governador João Leão (PP) com o governador Rui Costa nas vésperas da pré-campanha eleitoral. e a adesão do mesmo à base de apoio de ACM Neto.

“Sou um prefeito de seis mandatos e testemunha viva do que significa ser um governador, porque passei por vários deles. Sou um grande admirador de Rui Costa e acredito que Jerônimo fará um trabalho semelhante ao dele, ou melhor, porque é um discípulo dele, foi secretário e aprendeu muito com Rui”, declarou o prefeito progressista de Riacho do Santana, Tito Eugênio.

Além dos prefeitos, a adesão de vice-prefeitos, ex-prefeitos, vereadores e lideranças partidárias, muitas vezes adversárias localmente, também é considera alta e comemorada pelo pré-candidato petista.

Já no PSD, apenas 5 dos 108 prefeitos eleitos em 2020 não declararam apoio a Jerônimo. O apoio irrestrito se deve também pela presença do senador Otto Alencar (PSD) na majoritária, buscando a reeleição.

“O meu compromisso e a minha palavra de continuar ao lado desse grupo, que caminho há 12 anos, ficam mais fortes ainda, e a nossa unidade é inquebrantável. Nós vamos continuar unidos e não tem palavra que tire a nossa aliança”, afirmou o senador.