Cacau/Camarões: apesar de queda nos preços, governo pede mais produção

O governo de Camarões tem pedido aos produtores do país para que produzam mais cacau, apesar da queda nos preços domésticos e internacionais. “O recuo nas cotações é momentâneo. Camarões e o mundo precisam de mais cacau. Então temos de produzir mais e melhor”, disse o ministro das Finanças camaronense, Luc Magloire Mbarga Atangana, a agricultores da região central da nação africana.

Os temores são de que os produtores abandonem ou mesmo destruam as plantações de cacau devido aos preços pouco remuneradores, a exemplo do que já ocorreu no começo dos anos 1990. Isso minaria os planos do governo local de praticamente dobrar a produção da amêndoa até 2020.

“Os produtores estão gastando mais, mas colhendo poucos benefícios. Se os preços continuarem a cair, entraremos em um dilema”, ponderou o produtor Siegfried Momo Ousmanne, de Bafia, uma das principais áreas produtoras do país.

Fonte: Dow Jones Newswires.
JIU JITSU FERNANDO MEIRA