NOVA BAHIA 2024

Cacau passa por realização de lucros após oito recordes consecutivos

Depois de bater oito recordes consecutivos, os preços do cacau começam a semana em queda, em Nova York, com os investidores embolsando os lucros dos últimos dias. Os lotes para maio, os mais negociados, valem agora US$ 11.574 a tonelada, 2,56% menos que no fechamento de sexta-feira (19/4).

Neste fim de semana, o presidente de Gana, Nana Akufo-Addo chamou o governo da vizinha Costa do Marfim para “desenvolver uma nova estratégia para frear a volatilidade dos preços do cacau”, segundo a agência Ghana News.

“É preciso uma nova abordagem para sustentar os preços, que seja configurada para os dois maiores produtores mundiais”, disse, sem dar mais detalhes, conforme a agência.

Gana e Costa do Marfim respondem por 65% da moagem de cacau do mundo e, além de terem perdido em 30% a produção deste ano, estão apontando doenças nos cacaueiros que preocupam as próximas safras.

Na quinta-feira (18), os dados de moagem na Europa e Ásia – acima do esperado pelo mercado – fizeram a cotação avançar mais de 9%. Na sexta, as informações sobre a moagem na América do Norte deram impulso extra. Na região, o processamento aumentou 3,3% no primeiro trimestre se comparado com o mesmo período do ano passado, com 113,68 mil toneladas, contrariando as expectativas, que previam um recuo de até 5%, segundo Rafael Borges, analista de inteligência de mercado na StoneX.

“Os dados surpreenderam, principalmente ao considerarmos que os preços subiram 200% desde o primeiro trimestre do ano passado”, diz.

“A demanda ainda segue resiliente por mais um trimestre, mas existe uma defasagem nos repasses, uma vez que essa alta demora para impactar a indústria, mas que é esperada para o restante do ano”, acrescentou o analista.

Café

O café também passa por uma correção após importantes altas na semana passada. Os contratos do arábica para maio são cotados a US$ 2,3635 a libra-peso, queda de 2,09%.

Investidores na bolsa devem seguir com as atenções voltadas para a restrição de café robusta, e ainda as condições climáticas para a safra no Brasil, que neste momento são favoráveis.

Açúcar e algodão

Também em NY, os contratos futuros de açúcar demerara para sobem 1%, a 20,19 centavos de dólar por libra-peso. E os de algodão, 1,78%, cotados a 80 centavos de dólar por libra-peso.

Fonte: Globo Rural

Veja também

GOVERNO DA BAHIA