Cacau: ICCO reduz previsões de produção e superávit global em 2017/18

A Organização Internacional do Cacau (ICCO, na sigla em inglês) reduziu as suas previsões de produção global e elevou as suas projeções de demanda para a temporada 2017/18 em relatório trimestral divulgado na quinta-feira, 31.

O grupo, com sede na Costa do Marfim, disse que em 2017/18 a oferta superará a demanda em apenas 10 mil toneladas, uma queda acentuada em relação ao superávit de 105 mil toneladas previsto no final de fevereiro. A organização disse que espera produção de 4,587 milhões de toneladas para 2017/18 – abaixo da previsão inicial de 4,638 milhões de toneladas – o que constituiria uma queda anual de 3,3%.

Os estoques finais devem subir apenas 0,6% no ano-safra 2017/18 ante o ciclo passado. Isso representa uma desaceleração ante o crescimento acentuado da temporada anterior.

Com a moagem global de cacau também em alta – ela deve aumentar 3% no ano 2017/18 – os números trimestrais sinalizam que a oferta de cacau começou a apertar após a safra recorde mundial do ciclo anterior.

A ICCO também ajustou os números de oferta e demanda de 2016/17, com a produção recuando para 4,744 milhões de toneladas em relação à última estimativa, de 4,748 milhões de toneladas.

Fonte: Dow Jones Newswires.
JIU JITSU FERNANDO MEIRA