‘Buchecha’ afasta chance de voltar a lutar jiu-jitsu, mas cogita participar do ADCC

Depois de fazer história e se tornar multicampeão mundial de jiu-jitsu, Marcus ‘Buchecha’ decidiu migrar para o MMA profissional em 2021. O brasileiro já atuou duas vezes dentro do cage do ONE Championship e venceu ambas as lutas por finalização no primeiro round. Desta forma, a possibilidade de vermos o faixa-preta em ação em campeonatos da arte suave novamente se tornou ainda menor.

Em entrevista exclusiva à reportagem da Ag. Fight, o atleta da equipe ‘American Top Team’ colocou um ponto final na expectativa de quem ainda sonhava em vê-lo em ação de quimono. De acordo com ‘Buchecha’, seu foco atual é evoluir ainda mais suas técnicas para lutar nas artes marciais mistas e competir na arte suave atrapalharia seu planos. Entretanto, o lutador deixou em aberto se apresentar em um outro campeonato de luta agarrada.

“No momento não tenho vontade de lutar (jiu-jitsu). Único era o mundial e o ADCC, mas mundial não vejo mais sentido de lutar depois de tudo que conquistei. Fiz minha parte ali. Acho que só uma superluta, algo que faria sentido para parar de treinar MMA e focar no quimono, então tem que valer a pena psicologicamente e financeiramente, porque se não estiver focado não vou me preparar como deveria. O ADCC é algo que se estiver com vontade não vou descartar, agora que meu wrestling está melhor, treino muito grappling poderia ser uma chance, mas por ora, não é algo nos meus planos”, explicou.

Marcus ‘Buchecha’ possui dois triunfos nas artes marciais mistas em duas apresentações. Em setembro deste ano, em sua estreia na modalidade, o lutador finalizou o compatriota Anderson ‘Braddock’, também no primeiro assalto, e repetiu a dose diante do sul-coreano Kang Ji Won, no último dia 3 de dezembro.

por Carlos Antunes, no Rio de Janeiro (RJ) | AG Fight