Brasileiro que roubou Correios é preso dentro de estádio na Rússia

Suspeito foi flagrado em São Petersburgo, onde o Brasil jogou contra a Costa Rica

A Polícia Federal informou nesta sexta-feira (22) ter efetuado a prisão de um homem brasileiro de 31 anos no Estádio Krestovsky, em São Petersburgo, na Rússia, durante a Copa do Mundo. Pela manhã, o local foi palco da vitória do Brasil sobre a Costa Rica, por 2×0, válida pela segunda rodada da fase de grupos do mundial de seleções.

O homem preso, que não teve a identidade revelada, estava com um mandado de prisão em aberto por determinação da 1ª Vara Federal Criminal do Espírito Santo. Ele é acusado de participar, junto com dois comparsas, do roubo a uma agência dos Correios no município de Itarana (ES), no dia 22 de março de 2017. Na ocasião, foram levados mais de R$ 26 mil dos cofres da agência.

O brasileiro, que utilizava um passaporte italiano quando foi preso, havia sido incluído pela Polícia Federal brasileira na lista de difusão vermelha de procurados pela Interpol, possibilitando a sua prisão na Rússia.

Cooperação internacional
A prisão foi efetuada por policiais federais enviados para o Centro Internacional de Cooperação Policial (CICP), em Moscou, para atuar nos estádios durante os jogos do Brasil e auxiliar nas ocorrências envolvendo cidadãos brasileiros.

Os policiais agem de forma integrada às autoridades locais, o que permitiu a identificação e a localização do foragido brasileiro que poderá ser extraditado, disse a PF, em nota.

Ainda de acordo com a corporação, o envio de equipe especializada de policiais federais ao CICP, durante a Copa, integra um modelo de ação típico de grandes eventos, tendo o Brasil também recebido diversas equipes de policiais estrangeiros durante a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de 2016.

JIU JITSU FERNANDO MEIRA