CARNAVAL 2024

Bolsonaro admite reunião, mas decide processar hacker da Vaza Jato

O ex-presidente Jair Bolsonaro Foto: REUTERS/Adriano Machado © Fornecido por Estadão

O ex-presidente Jair Bolsonaro resolveu impetrar uma queixa-crime contra o hacker Walter Delgatti Neto, o ‘Vermelho’, após o depoimento em que ele acusou o ex-chefe do Executivo de lhe oferecer um indulto para que invadisse as urnas eletrônicas. A informação foi divulgada pelo advogado Fabio Wajngarten, que representa o ex-chefe do Executivo.

A defesa atribui ao hacker suposto crime de calúnia. Os advogados de Bolsonaro alegam que Delgatti prestou ‘informações e alegações falsas, totalmente desprovidas de qualquer tipo de prova’.

A defesa confirmou a ida de Delgatti ao Palácio da Alvorada e sustenta que o então presidente, ‘na presença de testemunhas’, determinou ao Ministério da Defesa ‘a apuração das alegações acerca de suposta vulnerabilidade no sistema eleitoral’.

Depois disso, o ex-presidente não teve ‘contato direto’ com o ex-presidente, alega ainda a defesa.

CARNAVAL 2024

Veja também

NOVA BAHIA