GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Betânia recebe nesta semana comitiva do SEAGRI-BA

Técnicos visitarão fazendas em busca de tecnologias e melhores práticas empregadas por produtores cearenses

Amanhã, 30/09, o presidente da Betânia Lácteos, Bruno Girão, receberá uma comitiva da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura da Bahia (SEAGRI), para uma missão de dois dias.

O roteiro inclui uma visita à fábrica da Betânia de Morada Nova e à Fazenda Flor da Serra, onde serão recepcionados por David Girão, Presidente do Instituto Luiz Girão, Diretor da Fazenda Flor da Serra e Gerente de Política Leiteira da Betânia.

O objetivo desta visita técnica é traçar um intercâmbio de informações e melhores práticas no campo e conhecer de perto a politica leiteira de alta intensidade – fazendas grandes e com ampla produtividade – e a tecnologia empregada, que faz do Ceará um importante polo de produção de leite de alta qualidade, apesar de todas as adversidades climáticas encontradas pelos proprietários rurais do semiárido nordestino.

“A Bahia é o maior produtor de leite do Nordeste. Mesmo assim ainda temos uma demanda reprimida de 1,3 bilhões de litros e precisamos adquirir de outros Estados. Dessa forma, vimos junto aos produtores do Ceará uma oportunidade de intercâmbio de informações e de abertura de novos mercados para incrementar a produção de leite baiana. “, diz Lucas Costa, Secretário de Agricultura da Bahia.

Das 20 maiores produtoras, três estão no Ceará e a produção no estado aumentou 63% na produção entre os anos 2015 e 2019, passando de 489,3 milhões para 797,4 milhões de litros por ano, segundo dados do IBGE.

Para Bruno Girão, “a Betânia tem uma relação próxima com a Bahia, onde possui três fábricas, e essa troca de experiências é extremamente importante para o crescimento e desenvolvimento da cadeia leiteira no Nordeste”.

Além das fazendas de leite, a comitiva também visitará uma fazenda produtora de banana (maior exportador do Brasil) e a maior produtora de melão do País.

Sobre a Betânia Lácteos 

Fundada em 1971 na cidade de Quixeramobim, Ceará, a Betânia Lácteos conta com cinco fábricas localizadas no Ceará, Pernambuco, Bahia e Sergipe, além de dez centros de distribuição. Maior indústria de lácteos do Nordeste e líder em leite UHT na região com 41% de share, está entre as grandes marcas de iogurte, movimentando uma cadeia produtiva 100% de origem local. Atualmente, a Betânia Lácteos possui mais de 2 mil colaboradores e está presente em 57 mil pontos de venda. Possui uma linha de produtos com mais de 120 itens, como leites pasteurizados, leites longa vida, bebidas lácteas, iogurtes, queijos, requeijões, leite em pó, creme de leite e leite condensado. A companhia tem orgulho de sua origem, de valorizar a família nordestina, alimentando o corpo e inspirando o coração. 

Tele Coronavírus 155 começa a funcionar para atender a população gratuitamente na Bahia