GOVERNO DA BAHIA - TERRA MÃE DO BRASIL

Baianão recupera confiança do Tricolor à Série A do Brasileiro

Copa Sul-Americana, Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Campeonato Baiano – essas foram as quatro principais competições que o tricolor disputou já pela primeira metade do ano de 2019. Durante o caminho, duas eliminações e a demissão do treinador Enderson Moreira.

O Baianão, que, no planejamento do tricolor, aparecia como uma oportunidade de se usar o sub-23, acabou por se tornar a salvação do clube após duas eliminações que incomodaram a torcida do Bahia, numa jornada de altos e baixos no primeiro semestre.

Um dia perfeito

Em janeiro, o Bahia anunciou a volta de Fernandão, recebido com festa e pompas de ídolo no aeroporto, já pela manhã. À noite, partida contra a Juazeirense, com um show memorável. 7 a 1 – Um passeio com gols das principais contratações para a temporada. Guilherme, Jackson e Artur marcaram.

O torcedor começava a imaginar um ano ainda melhor que 2018, quando o Bahia avançou até as quartas de final da Copa Sul-Americana, num período especial e de festas. No dia 19 de fevereiro, o Bahia iria celebrar os 30 anos do último título brasileiro.

A expectativa foi por água a baixo com a eliminação para o Liverpool-URU na Sul-Americana e as derrotas que culminaram na saída do Nordestão ainda na fase de grupos.

O título, que era secundário, se tornou protagonista de um momento de retomar a confiança, com o Brasileirão prestas a iniciar.

*Sob supervisão do editor Daniel Dórea